O Discurso.

Comments

  1. Paulo Marques says:

    Foi um bom discurso, mas foi pena não ter feito o que afirmou que fez nalguns aspectos muito importantes.


  2. Não fora o Obama ser conotado com uma certa (pseudo) ideia de “esquerda” e o discurso seria lido como aquilo que é: uma peça de rétorica fácil, populista, e que afirma constantemente a ideia da América que lidera as nações, domina e regula o mundo. Afirma o “supremacismo” imperialista ianque nacionalista e detentor da fórmula da “democracia” que todos tem de seguir sob pena de serem “putinizados”…

Deixar uma resposta