Pedro Madeira Rodrigues – descubra as diferenças


pedro-madeira-rodrigues

1. Jorge Jesus

Aquando da apresentação da sua candidatura a 27 de Dezembro de 2016 “Jorge Jesus é o treinador do Sporting. Tudo farei para não prejudicar ou influenciar a carreira desportiva do Sporting. Tenho esperança de que ainda com Jorge Jesus seremos campeões esta época”

Ontem: «Isso reforça aquilo que eu já sabia, que o projeto que quer continuar a apoiar é o de Bruno de Carvalho e não o meu. É um descanso para os sportinguistas porque sabem que, a partir de 5 de março, vão ter alguém diferente a treinar a equipa. Não há qualquer dúvida»

No dia 22, em declarações à TVI 24: “Não vou pagar nem mais um tostão, ele vai pedir a demissão. O Sporting já pagou muito dinheiro a Jesus para termos a Supertaça e agora termos de o ouvir dizer que vamos lutar pelo segundo lugar. O Jorge Jesus vai-se demitir, não tenho qualquer dúvida. O projeto de Jorge Jesus acaba dia 4 de março. Eu não vou ter de o indemnizar.

Hoje, em declarações: “Vamos ter um treinador melhor do que este. Lembro-me de não dormir quando Jesus disse que uma arbitragem vergonhosa tinha sido ‘limpinho, limpinho. Jesus é um homem de carácter e saberá como sair pelo seu próprio pé”

Como é que um treinador que vai sair pelo seu próprio pé, o que de resto não vai acontecer, a 5 de Março, poderá vir a ser campeão no final desta temporada?


2. A comunicação do Sporting resume-se a falar no Benfica.  

Hoje, em declarações:  “O Benfica é o tema número 1 da comunicação do Sporting. Vamos combatê-los mas falando de nós.”

A 27 de Dezembro, aquando da apresentação da sua candidatura: “Limitamo-nos a navegar à vista e sem rumo. Para agravar o panorama, já de si perturbador, Bruno de Carvalho tem sido sinónimo de títulos, sim, mas para os nossos rivais”

A 19 de Janeiro quando apresentou o seu programa eleitoral: “Nos próximos quatro anos seremos o principal agente dinamizador das mudanças que se exigem no desporto em Portugal. Vamos deixar de estar isolados sem entrar em qualquer tipo de alianças e voltaremos a ter uma participação ativa nos principais órgãos de decisão. Termos, como temos hoje, um clube rival a dominar por completo o futebol português, é bem revelador da incompetência desta atual Direção. Com as pessoas certas, com o trabalho diário e persistente, vamos conseguir inverter esta situação.”

Hoje: “Vamos voltar a liderar o futebol português. Perguntam-me muitas vezes se vou aliar-me a FC Porto e Benfica. Não vamos fazer nenhuma aliança, vamos respeitá-los como adversários, sabendo que eles também vão querer fazer mal ao Sporting”

3. Quem é que afinal escolhe os treinadores e manda nas contratações? Jesus, Bruno ou José Maria Ricciardi?

A 6 de Janeiro em curta entrevista concedida ao Jornal O Jogo: “Inicialmente vislumbrei isso em Bruno de Carvalho, com a aposta em Leonardo Jardim, fazendo um esforço para, com pouco, tentar fazer muito, depois com Marco Silva, também, mas agora estamos a voltar aos tempos de Godinho Lopes, que tantos de nós criticámos – o próprio Bruno de Carvalho -, com gastos muito exagerados para a nossa realidade e também para os resultados que temos vindo a obter. Estamos sem um rumo, as pessoas estão baralhadas: será que ele vai contratar muita gente agora, vai despedir? Não existe um projeto. Falava-se de contratações cirúrgicas. Tem ideia de quantos jogadores já foram contratados? Já estamos acima de cem! O meu projeto, sim: vão ser contratações cirúrgicas.”

A 22 de Janeiro: “Quando lancei a candidatura, a minha ideia era ficar com Jesus. Num estilo diferente e iria explicar-lhe o que Sporting precisa. Comigo, no princípio desta época teríamos Iuri Medeiros, Francisco Geraldes, João Palhinha, Carlos Mané…”

Hoje:Sou do tempo em que o Ricciardi escolhia os treinadores e os jogadores do Sporting. Já tive a oportunidade de lhe dizer pessoalmente: ‘Se quer mandar no Sporting Clube de Portugal porque não se candidata a presidente?'”

Contudo, na entrevista de 6, Ricciardi “só queria ser o dono do Sporting”: Elogiei Bruno de Carvalho, que foi capaz de cortar com a dinastia, mas está lá aquela figura que nunca largou o clube ao longo deste tempo, desde 1995, que é José Maria Ricciardi. É uma figura que queria vir a ser dono do Sporting, ajudou o clube em muitos momentos, mas quis sempre escolher presidentes, até escolher jogadores. Isto choca-me profundamente! Bruno de Carvalho está aprisionado por essas pessoas”

Comments

  1. Ferpin says:

    Se este tipo ganha vamos ter mãos novela. Alguém acredita que o Jesus se demita, já que apesar de ser empregado, se envolveu com um dos candidatos?

  2. Não. Jamais. O Jesus nunca se demitirá se este gajo foi eleito.

Deixar um comentário

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s