Assunção Cristas, ombro a ombro com Hugo Soares no ranking da falta de noção do ridículo


Recorte: TSF via Uma Página Numa Rede Social

Enquanto milhares sofrem e lutam contra o flagelo dos fogos florestais, um bando de oportunistas sem vergonha na cara ou noção do ridículo continua a instrumentalizar a tragédia com vista à obtenção de mais-valias político-partidárias e eleitorais. Hoje foi a vez de Assunção Cristas, que acusou o governo de “não saber lidar com situações sérias, difíceis e onde é preciso ter comando e autoridade“. Sim, esta pérola tem como autora a mesma senhora que assinou de cruz a resolução do BES. A mesma que, perante a seca de 2012, tranquilizava o país com a sua fé inabalável de que a chuva estaria para chegar. Que se calou bem caladinha quando o seu irrevogável líder lançou o país e a governação no caos, ao apresentar uma demissão de ocasião, apenas para colher dividendos para si e para o CDS-PP, à custa de uma subida de juros como não há memória desde que este executivo assumiu funções. Que atulhou a Parque Expo com as suas clientelas partidárias. Eis como Assunção Cristas lida com situações sérias, difíceis e onde é preciso ter comando e autoridade. Só ao alcance de quem não tem noção do ridículo.

Comments

  1. Viva ...! says:

    Esta gaja tem a mania que é insubstituível e não vale 2 peidos…
    Tenho dito .

  2. Sentido de Estado não é para todos. Está reservado àqueles capazes de se demitirem irrevogavelmente.

  3. mdlsds says:

    Desde o fatídico dia do incêndio que sinto uma profunda vergonha da política de oposição e do jornalismo de que se alimenta este país. Por esta senhora em particular, total desprezo.

  4. Atento/sempre says:

    Normalmente, não perco o meu tempo, com gente com tiques fascistas. Mas esta senhora tem mais publicidades na comunicação social, do que todos os democratas e patriotas deste país!
    Este país esta a ser controlada pela comunicação social da grande burguesia! E mais não digo, porque posso ser multado e preso. Os partidos que se encontram AR, ainda não mexeram uma palha, para alterar esta situação,do artigo 180º do Código Penal. E continuamos a pagar verbas exorbitantes ao Tribunal dos Diretos do Homem, por culpa das politicas seguidas pelos sucessivos governos…

  5. Antonio Verdades says:

    A “Galinha” rainha das peixeiradas, vai todos os domingos á missa pedir perdão pelas asneiras que diz durante a semana. A pobre coitada não tem memória, ou se tem é de passarinho. Se tivesse um pingo de vergonha na cara já tinha pedido desculpa aos velhos deste país por lhe ter roubado o Complemento Soidário para Idosos, e desculpas aos portugueses em geral por ter feito parte da camarilha e escumalha que tanto roubou em tão pouco tempo. O tique fascista já é antigo e quando se nasce fascista morre-se fascista.

  6. Nascimento says:

    Pois. Uma Vaca, é sempre uma Vaca Ó . marquesa cagou-se ? e
    Eu? Foda-se!

  7. José Peralta says:

    “Enquanto milhares sofrem e lutam contra o flagelo dos fogos florestais, um bando de oportunistas sem vergonha na cara ou noção do ridículo continua a instrumentalizar a tragédia com
    vista à obtenção de mais-valias político-partidárias e eleitorais. Hoje foi a vez de Assunção Cristas, que acusou o governo de “não saber lidar com situações sérias, difíceis e onde é preciso ter comando e autoridade“. Sim, esta pérola tem como autora a mesma senhora que assinou de cruz a resolução do BES. A mesma que, perante a seca de 2012, tranquilizava o país com a sua fé inabalável de que a chuva estaria para chegar. Que se calou bem caladinha quando o seu irrevogável líder lançou o país e a governação no caos, ao apresentar uma demissão de ocasião, apenas para colher dividendos para si e para o CDS-PP, à custa de uma subida de juros como não há memória desde que este executivo assumiu funções. Que atulhou a Parque Expo com as suas clientelas partidárias. Eis como Assunção Cristas lida com situações sérias, difíceis e onde é preciso ter comando e atoridade. Só ao alcance de quem não tem noção do ridículo” (João Mendes-AVENTAR-28/07/2017).

    “Ombro a ombro com o huguinho” ? Tal como Dupond e Dupont, eu diria mesmo mais : De cócoras, humilhantemente de cócoras !

    O que, mesmo para a cristas, que não prima pelo bom gosto,além de desconfortável e incómoda, é uma posição extremamente deselegante…

  8. anti pafioso. says:

    Ó D.Assunção calçe as galochas e vá cavar batatas CARAGO

Deixar um comentário

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s