Jerusalém estava mesmo a precisar de um banho de sangue desnecessário


Fotografia: Chip Somodevilla@Expresso

Esta besta quadrada, este grunho anormal, decidiu incendiar ainda mais o Médio Oriente e deixar a humanidade em pânico, como se os incêndios que faz deflagrar, todos os dias, no mundo inteiro, não fossem já suficientes. Percebe-se: com a sua popularidade a navegar no esgoto, o seu governo a desintegrar-se aos poucos, o acumular de escândalos e a crescente percepção do erro que os norte-americanos cometeram ao colocar um lunático aos comandos da Casa Branca, resta-lhe o lobby carniceiro judeu, a quem periodicamente é necessário oferecer um sacrifício. E Jerusalém estava mesmo a precisar de um banho de sangue desnecessário.

Comments

  1. Filipe says:

    Eu diria antes, que a industria das armas estava mesmo a precisar de um banho de sangue.

  2. Miguel bessa says:

    Malandro do Trump.
    Até nem havia nenhum terrorismo islâmico no mundo. Os pobres dos islâmicos sempre tão moderados e foram provocados pelo Trump.
    Quantos atentados foram só este ano com aficionados da religião da paz a matarem pelo profeta?

    • Se você não sabe distinguir o terrorismo islâmico da luta dos povos pelo direito ao usufruto da sua terra (já nem falo de independências), dificilmente conseguirá distinguir entre a sarna e a vontade de coçar.

  3. De Trump, porquanto idiota útil do sionismo, não seria de esperar outra coisa. Até porque os sionistas, aqueles que acham que todo o mundo é devedor para com eles, e que até têm um deus que lhes deu as terras de outros e que eles, obviamente, com a ajuda de idiotas como este se vão entretendo a ocupar. Até chegam ao ponto de espalhar que Jerusalém – cidade fundada pelos cananeus, semitas árabes, ainda os heberitas (hebreus) andavam a pastar as suas cabras no sul da Mesopotâmia – sempre foi sua. Para aqueles que ainda possam ter alguma simpatia pelos sionistas, estejam estes onde estiverem, mesmo em Israel, não esqueçam que para os judeus todos os das outras nações, gentios, são seus potenciais inimigos e, aparentemente, dão mostras de alguma tolerância, mas quando e enquanto puderem retirar daí alguns benefícios.

  4. O pessoal anda a precisar de conhecer melhor a História do Médio Oriente anterior aos acontecimentos marcantes da agenda ideológica do pós segunda guerra…

    • Aí está , Luís, aconselho esse pessoal a assistir : https://www.youtube.com/watch?v=3jNYlUj2gMU

      • …o link anterior refere vídeo um pouco longo mas que requer atenção de quem deseje informação .
        Acrescento este outro igualmente essencial

      • A visão de ódio contra o judeu do primeiro video seria facilmente partilhada por um famoso socialista e nacionalista chamado Adolfo… Mas já que estamos numa de videos vale a pena ver também esta opinião… https://youtu.be/VjARZPAcATM

        • São factos historicamente provados que têm sim sido escamoteados e ignorados intencionalmente, essa sim , não uma visão tendenciosa, muito menos odienta contra o povo judeu tipo Adolfo, que raio de conversa ! : (
          .. opinião minha esta sim mas procurando não ser baseada em ódios racistas coisa nenhuma, é que não vejo diferença entre o que o Nazismo fez com o povo judeu e os demais e o que o Sionismo vem fazendo com os palestinianos.
          …o Sionismo, que não o ser judeu, é um movimento político e materialista e o judaísmo é baseado na religião.
          

  5. Paulo Marques says:

    And god bless the United Shashes.
    A demência ainda não dá para impeachment, infelizmente.

  6. O que faz falta é uma Bela Grande Festa… Como as do século XX!

    E isto está longe de servir… Nem para treino serve!

    Afinal de contas as seculares Famílias mais cedo ou mais tarde vão ter de organizar e incentivar outra Grande Festa pois o SISTEMA estás a atingir o ponto de rotura catastrófica!

  7. ZE LOPES says:

    Tem toda a razão! Já cá faz falta um novo “Woodstock”!

  8. Carlos Almeida says:

    Boas

    Interessante e que dá para reflectir para quem na realiade se preocupa com a Pax

    http://24.sapo.pt/opiniao/artigos/acabou-o-teatro-dos-eua-entre-israel-e-palestina-2

    Aos sionistas e seus apoiantes declarados ou encapotados, a atitude do Trump dá geito

    • Sim, já tinha lido esse artigo/opinião, e saliento :

      6. António Guterres: gostaria de ter ouvido algo mais do secretário-geral das Nações Unidas, quando a primeira potência do mundo põe assim em causa décadas de resoluções das Nações Unidas. Também gostaria que a ONU reflectisse sobre os efeitos perversos de ser quem assegura educação, saúde, alimentação e abrigo a tantos palestinianos, contribuindo assim, na prática, há décadas para literalmente sustentar a ocupação, desresponsabilizando Israel. Claro que a intenção não é essa, mas o resultado é.

      7. Papa Francisco: falou, mas pode dizer mais, talvez o que nunca foi dito pela igreja.

  9. E apesar de este post já ter data alargada de publicação, o assunto é e está e será da maior importância e merecedor da nossa maior atenção.
    Acrescento mais este post de hoje, a ler, e a ser assunto premente de todos os dias :
    http://entreasbrumasdamemoria.blogspot.pt/2017/12/trump-farto-de-historias.html

Deixar um comentário

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s