É por estas e por (muitas) outras que, em meios profissionais, recomendo sempre a distinção entre

Porto e FC Porto. Estes “Porto boss” e “Porto’s boss” soam-me demasiado à famosa “quadrilha de Chicago“. E a culpa, obviamente, não é de Sérgio Conceição.

Foto: Octávio Passos.

Comments

  1. Paulo says:

    Tudo isto que para aqui vai, post e comentários, é um nojo. (talvez haja excepções, mas esqueci-as)