Carlos Guimarães Pinto atropela a luso-Wehrmacht

Há todo um oceano que me separa de Guimarães Pinto e da IL em matéria de relações laborais, Estado Social e opções macroeconomicas. Mas irrita-me, profundamente, quando se mete a IL no saco do CH, algo que de resto apenas contribui para normalizar a extrema-direita. Neste curto extracto de uma recente sessão parlamentar, está a prova de que, nas questões essenciais, como o são os direitos humanos e a decência em geral, a IL está na trincheira da democracia. E isso, nos tempos que correm, parece-me fundamental. Expor a xenofobia, o racismo, a manipulação, a demagogia e o extremismo putinista da extrema-direita portuguesa é, inequivocamente, um serviço ao país, no qual me sinto sempre representado.

Comments

  1. JgMenos says:

    O espírito democrático, a civilidade, o reconhecimento pleno da integração da sociedade tribal cigana defendidos por mais um tótó em busca da aprovação da cultura do corretês!

  2. Manuel Bastos says:

    Eu que votei na IL e depois de ver esta actuação do CGP mudei de sentido de voto. Arrependo-e amargamente de ter votado na IL. Há tantas coisas que o CGP se devia insurgir contra a extrema esquerda representada ainda no nosso parlamento e este garoto vai escolher como alvo o Chega ?
    Este é mais um candidato um que acha que tem que agradar à esquerda . Puta que o pariu . Na proximas eleição vou votar Chega. Nã há alternativa.

    Manuel Bastos

    • POIS! says:

      Pois nã! Nã há alternativa! Nã nã. Nã há!

      O Guimarães Pinto foi muito mal treinado! Cá fora disseram-lhe “P’rá esquerda, Guimarães, caça!”.

      E foi o que ele fez. Começou a discursar virado para a frente mas depois virou-se para a sua esquerda, olhou lá bem para o fundo e arrasou com o grupo de flamenco “El Quarto Pastorito Y Sus Nueve Muchachos, Una Muchacha e Un Oscurito”, conhecidos pelo seu grande sucesso “Todo Es Culpa de Los Gitanos”.

      A imagem, aliás, revela bem o momento em que se virou para a esquerda. Por Ventura terá ficado algo irritado, ou com a “buleria” do pastorinho, ou simplesmente desiludido por não o ver convenientemente vestido com o traje sevilhano vermelho às bolinhas.

      São feitios!

    • Paulo Marques says:

      Oh, não, um liberal decidiu por uma vez defender quem trabalha! Que horror!


  3. Do Carlos Guimaraes Pinto… poucas expectativas tenho.
    Do problema cigano, nada mais interessa que isto:
    https://barradeferro.blogs.sapo.pt/problemas-que-existem-261690

Leave a Reply

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.