A PSP faz a festa, lança os foguetes e recolhe as canas


(A prova de que os provocadores já tinham actuado em Outubro)

Dúvidas? Já não há.

Polícias secos contra polícias enxugados

“Os dois cidadãos que surgem identificados na primeira fotografia são elementos policiais pertencentes à estrutura de investigação criminal da PSP, os quais estão integrados no policiamento que foi desencadeado por ocasião das manifestações sociais de 24NOV11.A sua missão neste tipo de contexto será o de garantir que o exercício do direito de manifestação por parte dos cidadãos faz-se de forma livre, sem quaisquer perturbações de elementos estranhos às organizações que as promovem, impedindo o cometimento de ilícitos criminais, preservando a segurança de todos os intervenientes. A fotografia surge no contexto da necessidade de reposição da ordem pública por parte do Corpo de Intervenção da PSP, no qual os próprios elementos policiais acabam por ser alvos da intervenção dos seus colegas, situação esta que é frequente (ex: policiamentos de futebol).”

Direcção Nacional da PSP ao JN

Polícias muito mentirosas

O Ministério Público esclareceu esta segunda-feira que o cidadão alemão detido na manifestação de 24 de Novembro e que é julgado na terça-feira consta no sistema Schengen como sendo um «indivíduo violento», mas não é procurado pela Interpol.

De acordo com a Lusa, a Procuradoria-Geral Distrital de Lisboa (PGDL) adianta na página da Internet que Manuel Beck, detido no dia da greve geral junto à Assembleia da República, não é procurado pela Interpol, nem tem mandados pendentes na Alemanha.

E entretanto a comunicação social assobia para o lado, não divulga as imagens que possui, comporta-se como a voz do dono, obediente, reverente, e a mais não é obrigada. Com a excepção de Nelson Morais no JN, tenham vergonha.


Sobre João José Cardoso

Comments

  1. A esquerda está a ficar queixinhas. Faça-se barulho à porta dos gajos, mije-se-lhes na soleira da porta, metam-se palitos nas fechaduras de casa e do carro. Há mil e uma maneiras não violentas de azucrinar a cabeças aos gajos.

  2. Penso que é fundamental que, nas próximas manifestações, haja um grupo que filme em permanência e com boa qualidade, as áreas de contacto manifestante/polícia. É a melhor forma de parar estes filhosdeputa.

    Uma das diferenças fundamentais do actual momento é que nós, os cidadãos, temos acesso à informação e ferramentas muito eficazes para a disseminar. Isso aterroriza os políticos que temos.

    Não esquecer que, por mais desprezável que sejam estas acções da polícia, elas não são o problema principal. O problema principal é o desnorte dos tipos que supostamente nos deviam governar e que são completamente incompetentes para o fazer, como é ilustrado em abundância pelos últimos 30 anos da nossa história.

Deixar um comentário

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

WordPress.com Logo

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Log Out / Modificar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Log Out / Modificar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Log Out / Modificar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Log Out / Modificar )

Connecting to %s