Documentos confidenciais das secretas portuguesas aparecem em África

Os nossos “serviços de informações” são uma perigosa anedota.

Calvão da Silva quer honras da GNR e da PSP

e «já deu ordens para que estas forças de segurança lhe preparassem uma cerimónia oficial de boas vindas. E tem que ser ainda esta semana, antes d[e] o governo cair.» [DN]

O Dia Mundial da Criança em Portalegre, agora também em vídeo

Depois das fotografias, um vídeo roubado no Facebook.  Constata-se que as forças policiais foram massacradas pelos jovens manifestantes.

Comentários para quê, as imagens falam por si, de Guimarães a Portalegre uma virose está instalada nas nossas forças policiais.

Dia Mundial da Criança em Portalegre

Foi bué de giro. (Da página no Facebook do Município. A primeira foto foi retirada).

Um criminoso na PSP

Este homem não pode usar uma arma. Que tenha sido insultado, admita-se, mas quem não se sabe controlar, não pode estar numa polícia. E espancar um pai sem mais nem menos, à frente dos filhos, é de quem não se controla. Ou nunca teve pai, e fico-me por aqui  nas curtas considerações que isto inspira a qualquer humano.

Polícia, mentiras e bordeis televisivos

Os inimigos das redes sociais, basicamente analfabetos envergonhados e malta que não gosta de convívio, proclamam entre os males das mesmas que o virtual é uma treta, um perigo e uma ilusão, ao vivo e olhos nos olhos é que é bom.
Ora parece que o pessoal adolescente decidiu dar-lhes ouvidos, e vai daí organizam-se em encontros de conhecidos virtuais, a que chamam meets (que saudades do velho meeting revolucionário, um anglicismo cuja origem nunca entendi).
Num desses encontros, e entre 600 presentes, dois micro-grupos envolveram-se à porrada, e duas garinas cometeram um assalto, perfeita rotina num centro comercial de grande dimensão, logo é chamada a autoridade, esta, a precisar de treinos, veio em força e desata à bordoada, pelo menos uma grávida e tudo. [Read more…]

Patrulhamento que faz saltar a tampa

tamp

A denúncia partiu do Sindicato Unificado da Polícia (SUP), pela voz de Peixoto Rodrigues, presidente do organismo. Segundo este, e por decisão do comandante da segunda divisão da PSP de Lisboa, agentes da PSP estarão a ser obrigados a dedicar parte do seu horário de trabalho à recolha de tampinhas de garrafas de plástico, com o objectivo de criar uma gigantesca bandeira de Portugal para apoiar a selecção nacional e bater o recorde do Guinness da categoria.

[Read more…]