Sinistra destra: Contratações de Inverno

Em Janeiro comentam-se as contratações de Inverno dos outros, nascem novos blogues e apresentam-se as nossas.

O Arrastão fez 4 contratações de peso, 3  de Coimbra, tal como o 5 Dias tinha encontrado o Renato Teixeira ainda no Outono.

Neste caso não sou só suspeito, mas  muitos vizinhos que conhecia (e alguns que ignorava) ascenderam ao reconhecimento nacional à custa do que chamam blogues,  meio que fez do Januário a Natureza do Mal, leva a Rosa Oliveira a escrever para as pessoas, e coloca Rui Bebiano onde bem merece.

No Aventar contratamos todo o ano, não é um hábito é um vício, e serve esta também para apresentar o Vítor Ramalho, moço com um invejável currículo pelos lados da destra portuguesa, e de quem fui camarada nos idos de 74, numa sua fugaz passagem pelos lados do MRPP. Já me perguntaram 349 vezes como sou amigo de um gajo de direita, e já sei que esse número vai crescer exponencialmente.  Paciência. Este Vítor diz-se nacionalista revolucionário, e de si sabe ele. Desafiei os meus colegas aventadores a termos entre nós alguém que acabou de ser candidato do PNR. Aceitaram porque dentro da nossa regra simples e básica, o bom senso, este é mesmo um espaço de publicação plural. Sei que o Vítor Ramalho vai justificar a sua contratação por muitas razões mas aqui basta essa: é um homem com  bom senso. E ainda por cima instrutor de artes marciais, a melhor preparação  possível para levar porrada, que também é para isso que cá andamos.

Comments

  1. Vitor Ramalho says:

    Pequena correcção. Odeio a palavra direita. Nunca digo que sou de direita, até porque não o sou. Não alinho com essas classificações burguesas de esquerda e direita.
    Sou por Portugal e mais nada.
    A Pátria é uma mulher o Socialismo o seu par.
    Abraço camarada


  2. ok, eheheheheeheh

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.