Segurem-me Senão Eu Vou

NÃO QUERO, MAS SE INSISTIREM MUITO…
.

Confesso que gosto muito de Luís Filipe Menezes, mas o homem não deixa de ser um pândego. Agora vem com a rábula do «segurem-me senão eu vou …», «Não quero nada … mas … não ponho de parte qualquer hipótese».
Outra vez para a presidência do partido? Para se queimar outra vez? Será que ele não vê que o tempo dele já passou? Ele mesmo o disse quando quis dar lugar aos mais novos. E agora vem com esta?
Enfim, mais uma para esquecer e aquecer este inverno tão fresquinho.

Comments

  1. Luis Moreira says:

    Empurrem-no!


  2. Por mim, de Gaia, força… podem ficar com ele todo! Please….

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.