O segundo quadro de 2010

(adão cruz)

(Dedicado ás meninas e meninos do Aventar)

Neste morrer do Homem e do entendimento, a procura da arte ainda prevalece como tábua de salvação. A arte não se compadece nem com a abreviatura do silêncio nem com a amplidão do grito. Neste vergonhoso mundo, a arte ainda tenta nascer da luta entre sonho e pesadelo. O sonho de ser um pássaro voando na proporção do amor, sem medo nas penas, e o pesadelo de ser um homem feito à medida do vento, arrastando as asas e a consciência.

Comments

  1. Carla Romualdo says:

    Gosto muito deste quadro, Adão. Quem perceber de pintura pode fazer um comentário elaborado, mas eu só dizer-te que gosto mesmo muito.


  2. Obrigado Carla. Nem imaginas como é bom ouvir isso.

  3. Luis Moreira says:

    Carla, temos batota? Gosto muito!

Deixar uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.