Noticias boas para nós

Grécia salva da falência, não há riscos na zona euro

Peritos franceses da escola de Paris de Ciências Politicas, OFCE, como Francesco Saraceno afirmam que hoje não há risco algum de banca rota na” zona euro” , o que é uma boa noticia para os portugueses também .
O que é preciso é retirar as lições do caso grego, e isso significa que a Europa precisa de um governo económico forte .
A Grécia cuja situação vai ser desbloqueada graças à Alemanha estava em dificuldades por causa de comportamentos irresponsáveis que chegaram a levar a falsificar contas públicas, que com a crise se agravaram muito mais ,quando se viu a braços com ataques especulativos muito fortes.

A Espanha que era modelar na União Europeia em termos de comportamento orçamental , baseou o seu crescimento no sector imobiliário, que está no centro da crise mundial, e é aqui que está o seu grande problema .
A Itália ,com um governo de direita, , tem uma divida muito mais elevada, um crescimento fraco, mas isso parece não preocupar muito os mercados financeiros, o que mostra que a especulação tem um sentido dirigido.
Os países dos PIGS , Portugal, Irlanda, Grécia e Espanha representam 15‰ do pib Europeu. e a Grécia 3%.
Ela vai salvar-se porque avaliado tudo isto, o risco de contagio para outros paises , não pode sair da zona europeia ,tendo em conta até, que a divida é sustentada por importantes instituições de finanças da Europa, e a Alemanha entre elas, não podia aguentar o risco suplementar nas suas contas.

Quem vai perder com tudo isso ,claro , é o contribuinte europeu ,e quem vai ganhar como sempre são os “hedge funds”,os poderosos fundos especulativos, que nunca perdem ,pois embolsam os lucros quando os há, e socializam as percas quando estas acontecem .
Como os tratados europeus não permitem ,em principio, intervenções nos países membros, a situação pode salvar-se só com vontade politica ,e acordos bilaterais.
Mas o que ressalta como pano de fundo é que a Europa para avançar e ter um lugar firme no contexto mundial tem de ter um governo económico forte que impeça definitivamente estes ataques no mercado .
A.Serzedelo
Fonte –Le Monde
Ps- Seria bom que alguém de economia completasse melhor o que aqui escrevo,
depois dos receios que se aventaram em Portugal

Comments

  1. Luis Moreira says:

    Tinha que ser! deixar abrir uma brecha no euro seria desastroso para a UE!

Deixar uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.