Mais uma vez a senhora da foto

“É com palavra e actos que nos inserimos no mundo humano; e esta inserção é como um segundo nascimento, no qual confirmamos e assumimos o facto original e singular do nosso aparecimento físico original. Não nos é imposta pela necessidade, como o labor, nem se rege pela utilidade , como o trabalho. Pode ser estimulada pela presença, mas nunca condicionada, pela presença dos outros em cuja companhia desejamos estar; o seu ímpeto decorre do começo que vem do mundo quando nascemos, e ao qual respondemos  começando algo de novo por nossa iniciativa. ”

Claro que isto vem a propósito de Fernando Nobre.

Deixar uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.