Red Bull: Eh eh, Lisboa não tem dinheiro?

in i.olhares

Então não ia ser em Lisboa? Então o retorno do investimento já não estava totalmente assegurado?
Então vai ser no Porto a que propósito?
Eh eh, Lisboa não tem dinheiro?
Bem, lá vou ter de levar outra vez com aquele barulho irritante dos aviões…

Comments

  1. Nuno Castelo-Branco says:

    Que bom, essa schaisse já não vem para cá? Deus é Grande!

  2. Luis Moreira says:

    Não deixamos que essa coisa vie-se para a capital…

  3. maria monteiro says:

    mas é tão bonito olhar para o céu e ver aviões às cambalhotas … que pena 🙁 …

  4. maria monteiro says:

    até já estou a sentir falta do barulho… 🙁

  5. Agora seria bem feito que já não os quiséssemos por cá

  6. Pedro Sousa says:

    Não sou nem de perto nem de longe adepto dessa modalidade. Fui assistir a 1ª vez que a prova se disputou no Porto, mas ao fima de pouco mais de 1h de prova vim embora. Ver aviões a fazer sempre as mesmas piruetas sem ter a minima noção de quem está a fazer melhor ou pior, desculpem, mas não é para mim. Agora que, sem dúvida alguma é uma prova que enchia as zonas ribeirinhas do Porto e Gaia, sem dúvida que é. Fico contente que volte para o Porto, de onde nunca deveria ter saído. Existem demasiadas coisas em Lisboa e muito poucas no Porto e a Red Bull Air Race faz falta ao Porto. Se esta noticia se confirmar penso que é muito bom para o Porto e Gaia. Oxalá assim seja

  7. Carlos Loures says:

    Em círculos «geralmente bem informados», como se costuma dizer, ouvi já há uns meses dizer que a prova iria para uma cidade estrangeira, talvez em Espanha, pois em Portugal não se satisfaziam as exigências da Red Bull. Se vai para o Porto, acho muito bem. Por todos os motivos.

  8. Carla Romualdo says:

    eu acho que devíamos pôr em marcha um movimento de portuenses que não querem os aviões de volta

  9. Afinal, parece que a montanha do desagrado pariu um festival, ou seja, perante a indignação dos pseudo-notáveis do norte do País em relação à transferência do “Red Bull Air Race” para Lisboa, tudo leva a crer que a competição deverá alternar entre a capital e o Porto. Não sei agora o que dirão os caciques regionalistas, sempre prontos a abrirem umas inúteis guerrilhas que dividem o norte e o sul. Parece-me óbvio que esse é o desfecho mais justo, embora não o suficiente para calar as lamúrias complexadas do costume onde até o futebol serve de arma de arremesso. Dá impressão que o País é só Porto e Lisboa, ostracizando o interior, este sim, merecedor de uma profunda regeneração a todos os níveis deixando o desterro a que está votado.

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.