PEC, mais uma voz discordante.

Consta que o governo se encontra dividido quanto ao PEC, com Vieira da Silva, Alberto Martins e Ana Jorge em rota de colisão com o ministro das finanças. Consta, porque o governo necessita de aparentar unidade e discordar em voz alta implica pôr o lugar à disposição, como é das normas. Fora do governo, Alegre e Ana Gomes, manifestam-se publicamente. Ainda há um restinho de esquerda no PS?

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.