Um clube à imagem de um país

Sporting Clube de Portugal!

Nunca o nome do Sporting fez tanto sentido – jogo após jogo, PEC atrás de PEC e o abismo cada vez mais perto.

A piada já corre – pior do que o onze do governo, só o onze do Sporting.

Há uns anos ouvi um especialista em economia a dizer que o nosso mercado não permitia a existência de 3 grandes – disse também que um teria que desaparecer.

Confesso que na altura não lhe prestei muita atenção. Hoje …

Sai treinador, entra treinador. Até trocam de Presidente, de Dirigentes, de Directores…

Estava quase na hora, como alguém dizia, de eleger novos adeptos.

Tenho dúvidas em identificar quem está pior – se o Sporting, se o país!

Quanto à primeira condição, posso eu bem – sou sócio do Sport Lisboa e Benfica!

Quanto à segunda…

Reviver o passado relendo Eduardo Catroga

3 de Maio do ano da desgraça de 2011 o maratonista Eduardo Catroga falava assim:

O economista Eduardo Catroga afirmou hoje que a negociação do programa de ajuda externa a Portugal «foi essencialmente influenciada» pelo PSD e resultou em medidas melhores e que vão mais fundo do que o chamado PEC IV.

Numa declaração aos jornalistas, em nome do PSD, Eduardo Catroga considerou que a revisão da trajetória do défice foi uma «grande vitória» dos sociais-democratas.

Congratulou-se também com o facto de o programa de ajuda externa a Portugal não afectar as «pensões de sobrevivência e de invalidez de cerca de um milhão de pensionistas com menos de 200 euros mensais» que, disse, eram «atacadas» pelo Programa de Estabilidade e Crescimento (PEC) chumbado em Março pela oposição no Parlamento.

Airmou ainda que o PSD terá autonomia, se for Governo, para substituir eventuais «medidas penalizadoras para os portugueses» do programa de ajuda externa a Portugal por outras que cumpram os mesmos objectivos.

Passos Coelho admite que não haverá estabilidade nem crescimento

Passos Coelho diz que não há nenhum PEC

Sem palavras

Um país falido e miserável

Vejamos: Recessão já este ano, com a economia a perder quase 1 por cento; aumento de impostos sobre o consumo; privatizações antecipadas e alargadas, que é como quem diz, a preço de saldo; prestações de compra de casa vão ter menor dedução fiscal no IRS; autarquias com mais cortes.

Assim de repente, este é um pedaço do PEC IV.

Já sabíamos que o país estava de rastos. Agora sabemos que está ainda pior. Por este andar, vamos mendigar a Espanha que tome conta de nós.

Se os deixassem PECar por aí…

O Fernando Nabais anunciou há uns dias que o Governo iria passar directamente para o PEC 100, evitando todos os outros entre o 5, que se seguiria ao 4, e o 99.
Não acredito. José Sócrates, se o deixassem, teria a desfaçatez de ir por aí fora enquanto o deixassem, produzindo e realizando novos PEC’s, sendo que o PSD funcionaria sempre como o actor secundário. Que, no final de 100 PEC’s, acabaria por receber, sem qualquer outra retribuição, um merecido Prémio Carreira.
Consigo imaginar as medidas que, se o deixassem, Sócrates poria em prática nos próximos 95 PEC’s. Mas há medidas inimagináveis, que acredito que ele também tomaria se o deixassem. Seria fastidioso enumerá-las a todas:

PEC 5 – Aumentar o IVA máximo para 27%.
PEC 10 – Reduzir os salários da Função Pública em mais 20% e exigir igual diminuição no sector privado.
PEC 15 – Aumentar o IVA máximo para 30%.
PEC 20 – Aumentar o IRC para as Pequenas e Médias Empresas.
PEC 25 – Reduzir a taxa de IVA sobre o Golfe para 5%.
PEC 30 – Aumentar o IVA máximo para 40%
PEC 35 – Reduzir em 30% as Pensões Mínimas.
PEC 40 – Acabar com o Rendimento Social de Inserção.
PEC 45 – Reduzir a taxa de IVA sobre o Golfe para 4%.
PEC 50 – Aumentar o IVA máximo para 50%.
PEC 55 – Cobrar Imposto Extraordinário às Pequenas e Médias Empresas.
PEC 60 – Extinguir os Sindicatos.
PEC 65 – Extinguir Confederações Patronais.
PEC 70 – Criar Corporações chefiadas pelas antigas Confederações Patronais.
PEC 75 – Aumentar o IVA dos produtos básicos para 60%.
PEC 77 – Reduzir a taxa de IVA sobre o Golfe para 3%. [Read more…]

Lista de medidas de austeridade

O J. Mário Teixeira fez uma série de perguntas inocentes que não vão ter resposta pelos responsáveis desta trapalhada onde o país está metido.

Para que não reste o mais mínimo resquício de dúvida, sobre quem estou a falar, declaro desde já que estou a referir-me ao PS/D – duas faces da mesma moeda.

Como os dirigentes destes partidos não têm formação nem técnica, nem política para lidar com o problema em que estamos metidos vão fazer apenas o que sabem fazer, isto é, roubar cada vez mais o povo português. E até estão com sorte, não necessitam de usar a imaginação, basta copiar o que os Gregos têm feito com tanto sucesso.

A seguir ao corte podem encontrar a lista de medidas aplicadas pelos Gregos. Esta lista foi traduzida a partir de:

 
[Read more…]

%d bloggers like this: