O BCP é um rumor…

A anterior administração passou a pasta a alguem pouco provável, que logo que teve tempo lançou uma OPA sobre o Ulrich que ficou danado. Começaram a vir a lume rumores,a anterior administração a ser atacada por accionistas, sai não sai, saiu.

O Banco de Portugal já condenou uns quantos administradores a multas elevadíssimas por manipulação do mercado e prestação de informação falsa, e foram substituídos por gente ligada ao PS que transitou da Caixa Geral de Depósitos. Um dos antigos administradores vem dizer que basta seguir quem conseguiu grandes empréstimos na CGD e ver onde estão hoje, dinheiro e accionistas e, já agora, quem tomou certas posições e ver como foram recompensados.

Há acções criminais cruzadas, as acções do banco em bolsa caíram a pique, mas ninguem explica nada, um banco ser tomado por um governo em funções não significa nada, é natural e os clientes não devem tossir nem mugir. Todos temos um amigo que nos pergunta, é pá, sabes alguma coisa ? tiro a massa?

Só o BCP é que ficou muito admirado por haver estas dúvidas todas no mercado, se não sabe que há rumores é incompetência, se sabe e não faz nada é a ver se passa pelo meio da chuva sem se molhar. Agora estão muito zangados quando  os rumores andam nos SMS e à boca pequena, e a culpa é de incertos.

Incertos? Quem tem a culpa toda são os que deviam saber ler o mercado e tomar as medidas necessárias! E, já agora, não se terem ido meter num banco privado!

Comments

  1. António Soares says:

    Por falares nisso…é seguro ter lá o ordenado do mês?

  2. maria monteiro says:

    pode lá ser… filantropos que falam de ética, de valores cristãos a serem condenados…? Nã! É preciso louvar a sabedoria do ver, ouvir e… calar

  3. mjrijo says:

    “E, já agora, não se terem ido meter num banco privado!”… bem, esta é forte, porque eu comecei a trabalhar neste banco ainda ele era o Banco Português do Atlântico. Não gostei nem um pouco que o BCP o tivesse comprado, mas os funcionários nisso não tiveram voto na matéria. Agora que estou reformada, estou para ver se ele vai à falência quem me vai pagar a reforma?E os que estão empregados?

  4. Pedro Rocha says:

    O calor do Verão inibe as qualidades observadoras dos ilustres aventaristas com carteira. Após rápida passgem pelos posts colocados pelos vários bloguistas, vejo que a ira, o ódio e a má vontade em olhar despreconceituadamente para o nosso governo se mantém. Só não encontro uma única alternativa ao que se vai legislando e decidindo. Essa é que é a verdade! Até o modelo PPC já disse que precisa de 8 anos para colocar Portugal nos eixos, não disse como, mas nós sabemos.
    O sr. silva deve andar a mostrar o allgarve à família e portanto não tem tempo para os portugueses. Até critica um nobel, o que não nos espanta depois de nos expor mais uma das suas imensas falhas culto-comportamentais.
    O nosso primeiro foi ilibado do caso que apaixonou a TVI e a vergonha de uma classe já pouco credível (jornalistas) e ninguém se indignou aqui no Aventar pela horrível campanha de que foi alvo.
    Será que de um lado temos os maus que assaltam bancos e outras organizações que se encontram na mão de famílias que não fazem nada, nem têm competência para os lugares de chefia que ocupam e que são, esses sim, os verdadeiros culpados pelo país não avançar, e do outro lado aqueles que só nos querem bem.
    Gostava que o Aventar escrevesse sobre o impacto que teria retirar esses familiares dos centros de decisão do país e apostar nos verdadeiros empreendedores que existem mas que não conseguem ter expressão. Acabava-se a lamúria do crédito às PMEs, dos bens transacionáveis e outras questões que o palerma do nosso presidente atira aos olhos dos portugueses e não tem coragem de ser assertivo. Frouxo é o que ele é.

  5. graça dias says:

    isso do bancos nao nos preocupa e principalmente este , não tenho dinheiro para la ter. andam todos preocupados, tem assim tanto…

Deixar uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.