O que é meu é meu, o que é teu é nosso

As mentes brilhantes do clã que ocupa os assentos do governo andam a fazer uma festa graças ao milagroso aumento da receita. Dizem isto como se o tivessem conseguido à custa de soluções inovadoras, únicas, inimitáveis. Realmente, cortes salariais e aumentos de impostos são caminhos que só podem ser trilhados por professores universitários de Economia.

De um modo simplista, e porque percebo tanto de Economia como qualquer catedrático, vou resolver os meus problemas financeiros da seguinte maneira: os meus vizinhos passarão a dar-me uma parte dos seus rendimentos e passará a ser-lhes cobrada uma portagem de cada vez que entrarem no prédio onde vivemos, a ser depositada na minha conta, entre outras soluções ofuscantes que me virão à cabeça daqui a pouco.

Vão ver como as minhas receitas aumentarão. Sou esperto, não sou?

Comments

  1. Ana Costa says:
  2. jorge fliscorno says:

    Adicionalmente, deixas de pagar a mercearia e a casa. Terás um supervait histórico.

Deixar uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.