Independência para a Madeira

Ficamos a saber via troyca (tem a real vantagem de se estar nas tintas para a vida partidária lusa) “que o Governo vai recorrer a quase 600 milhões de euros de receitas extraordinárias para cobrir novos buracos com o BPN e Madeira.” (i)

Acelere-se então o aumento do IVA na electricidade e gás. Alberto João delapidou mais 277 milhões de euros, ficará impune, e quanto a isso batatinhas, é o regime que temos, mas passo a ser adepto da independência da Madeira. Quem vota sistematicamente no homem (pese que a democracia local daria vontade de rir se o caso não fosse para chorar) também já não me merece grande respeito. Fiquem lá com o offshore, façam um campeonato de futebol sozinhos (convém não esquecer que todos nós sustentamos o Nacional e o Marítimo), divirtam-se, mas com o vosso dinheiro. Só tenho pena por causa das Selvagens, único local do arquipélago onde se deve respirar alguma liberdade.

Comments

  1. Josias de Oliveira says:

    Reage Lulu. Reage

  2. jorge fliscorno says:

    A Madeira, sempre a Madeira. Ainda para mais sempre em guerrilha com o resto do país. Qual independência, qual quê. Tribunal com eles, que a sombra do xadrez só lhes faria bem,


    • Só se fosse julgado no continente, e mesmo assim… Sobre juízes e magistrados na Madeira tinha umas boas coisas para contar mas não me apetece ser processado.

      • mouro says:

        Bitaite. Deixa no ar. Para isso não escrevia. Se for crime, denuncie. Covardia tem limites.


        • Num regime democrático assim faria. Na Madeira não há democracia, incluindo o poder judicial. Com a agravante de o seu braço chegar ao continente.


          • E já agora, ó Mouro, eu assino com o meu nome. Sobre cobardia fiquemos assim conversados.

          • mouro says:

            Eu assino com o nome que quiser, porque não interessa quem sou mas o que digo. Engana-se portanto sendo ignorante nos conceitos. É covardia porque diz bitaite, bitaite que dá imagem, imagem que é o nada, porque nada diz à realidade.

  3. Pisca says:

    BPN – O Bando Português de Negocios, composto por amigos/ex-ministros/conselheiros de estado e oficios correlativos, gente do circulo intimo do Sr.Silva agora da Coelha, e claro gente do PSD

    Madeira – Talvez o maior regabofe da historia, gerido por um boçal que vai tendo à sua volta uma data de sabujos e cães de fila, por acaso tudo gente de ponta do PSD

    Entretanto:

    O Governo do PSD e a sua maioria consegue é claro olhar sempre bem longe, tão longe que nem dá pelo que está perto, nem quer é claro, melhor dizendo foi-lhes dito para onde olhar

    Depois conseguem perolas, como a que dizia um deputado do tal PSD (o que quererá dizer de facto isto ?), que a actual situação era o resultado de 30 anos de governação desastrosa

    Porra, cada vez que se apoderam do assunto, são gajos feitos à pressa onde ? É que nunca têm nem tiveram nada a ver com o que se passou

    Agora temos uma comissão liquidatária, que de governo não tem nada, composta por “meninos” a quem foi dado o encargo de “parecer governo”

    E o meu povo vai assistindo a isto, porque grave, grave é saber se o Benfica ganha ao Gil

    nota: os do largo do rato não se ponham de parte com aquele ar santo e contestário que fica sempre bem quando estão longe do balcão

  4. mouro says:

    Madeira independente!
    Já.

    Vão-se financiar …por eles próprios.

    Talvez a gentalha perceba…

  5. Bruno says:

    Caro João José Cardoso tenho que concordar consigo, pois em Portugal não vivemos em democracia. É tal como certos países, mas que se alegam democratas. Todos sabemos que a magistratura está corrompida, eles abafam as próprias provas, só os juízes podem ter avaliações de Excelentes e nada abaixo disso, embora saibamos o que sabemos. Por isso o Coelho da Madeira tem problemas graves com a justiça, pois …. Nem vale a pena comentar nenste país “democrata”. Ao menos em Cuba sei que há coisas que não posso falar mas aqui em Portugal…. Enfim.

  6. Bruno says:

    Ó Mouro eu trabalho na Madeira e todos dias vejo e assisto. Os factos todos sabemos quais são neste país de boys, mas que nunca são atacados, por interesses corporativos. Não te lembras da lista de prostituição de luxo na qual constavam magistrados, deputadoe e outros, que estava na polícia e desapareceu? Ou não era um facto? O Coelho desperta o lodo que existe em Portugal, mexe nessas águas e quem está lá dentro não quer que isso se saiba…. Pelo comentário deves fazer parte da “sociedade”

Trackbacks


  1. […] e do Corvo Publicado em 12/08/2011 por João José Cardoso Não me acusem por causa do artigo anterior de ser contra as ilhas. Muito pelo contrário, sou um grande amigo das Berlengas. E esta causa […]

Deixar uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.