Os feriados e a repetição das mentiras

Mais uma vez andam a plantar na comunicação social a tanga de que em Portugal há mais feriados que no resto da Europa, desta vez por via do estudo de uma página de hotéis. Pois, pois, estudos há muitos. Republico aqui uma tabela com os feriados reais (não inclui Domingo de Páscoa, nem o Carnaval, que não é feriado, mais sim um pesadelo de Cavaco Silva) e onde se pode verificar que Portugal está na média europeia. Entretanto descobri que na Alemanha os feriados mudam consoante os estados, havendo exemplos fantásticos que pela lógica desta gente a colocariam na cauda da produtividade mundial.

Mas uma mentira eternamente repetida já deve ser verdade. Preparem-se para levar com o 25 de Abril a 24. O Natal é que não será quando um homem quiser.

Feriados por ano
Alemanha 9
Áustria 13
Belgica 12
Chipre 17
Dinamarca 11
Espanha 9
Estónia 12
Finlândia 14
França 11
Grécia 13
Hungria 12
Irlanda 11
Itália 11
Letónia 11
Lituânia 10
Luxemburgo 11
Malta 14
Holanda 9
Polónia 12
Portugal 12
Répública Checa 12
Inglaterra 8
Eslováquia 15
Eslovénia 18
Suécia 11
UE (média) 11,92

(tabela extraída e traduzida daqui)

Comments


  1. Apesar de haver muita mentira sobre férias e feriados, na verdade eu somo 12 feriados nacionais, mais um municipal (penso que todos os concelhos têm um) o que dá 13, excluiu a terça feira de carnaval que na prática é feriado para muitos 14, mais os feriados das regiões autónomas 15 para uma minoria e ainda as tolerâncias não papais… que parecem ser o mote da mobilidade de alguns feriados. A única coisa que parece descontar isto são mesmo os domingos e feriados que na mobilidade não sei como seria tratada… por isso sobre este assunto cada um pode tratar o tema ao seu gosto.


    • O que interessa aqui é o comparativo, por isso é necessário utilizar um critério único: ora os feriados municipais não são exclusivo nosso, muito pelo contrário: nos grandes países teríamos de contar também com os feriados regionais.
      Não meto as mãos no fogo por esta tabela, mas na altura testei os dados de alguns países através da Wikipédia e batia certo.

      De qualquer forma o “trabalho” citado pelo jornal volta com a peta de quem temos mais férias que os alemães, trabalhamos menos que os alemães, e isso depois de Merkel o ter afirmado ficou mais que desmentido.

  2. José Silva says:

    O problema não é o nº de feriados mas sim o dia em que se inserem na semana, pois retira uma grande produtividade nas empresas que precisam de um tempo para aquecimento e preparação do sistema produtivo quando ficam no meio da semana, portanto era apenas uma questão de boa vontade dos que se sentam á mesa das negociações chegar a um acordo para a aproximação dos feriados ao fim de semana mais próximo, ou antes ou depois e ganhávamos nós e o país. Quanto aos feriados religiosos esses tb não precisam ser no dia exacto pois o domingo de Páscoa tb é aleatório por isso não acho um problema, embora tb eu ache que só deveriam gozar esses dias que realmente professe a fé, pois eu no meu caso digo, que não sendo religioso nada me diz que tenho de ficar em casa para nem sequer me lembrar de quem me faculta o feriado. Enfim, é apenas só mais uma opinião.

Trackbacks


  1. […] aventei sobre o assunto, a mentira de que temos mais feriados do que os outros (sobre isto ler também este artigo e os seus comentários) ou a treta de considerar as pontes […]

Deixar uma resposta