Portugal, 2 – Espanha, 7

A Espanha ganhou com mérito mas não teve o inequívoco apoio das bancadas como Portugal teve.

Comments

  1. Konigvs says:

    Eu fui acompanhando aqui os tópicos sobre o campeonato do mundo sub-20, mas desde logo me veio o pensamento de que Portugal já não é desde há muito o melhor do mundo na arte de patinar com o stick na mão. Os últimos seis títulos mundiais de seniores voaram todos para os nossos vizinhos e nem sequer nos tempos em que ainda dominávamos a modalidade conseguimos aproveitar para sermos campeões olímpicos na única vez que a modalidade foi representada em Barcelona 92.

    Algo de estranho de está a passar no desporto português. Deixamos de ser os melhores no hóquei, mas basta olhar também para o que se passa no atletismo. Há vinte anos atrás éramos uma referência mundial no fundo/meio fundo, corta-mato e provas de estrada. Num país pobre para se ser grande atleta não era precisa muito, bastava vestir uns calções e calçar umas sapatilhas e ir correr para rua. Tivemos tanto em masculinos como femininos os campeoníssimos Carlos Lopes, Rosa Mota, Manuela Machado, Fernando Mamede, Fernanda Ribeiro, os gémeos Castro, António Pinto, Paulo Guerra, Aurora Cunha, Albertina Dias, etc etc etc…
    Hoje em dia tudo se eclipsou, e estranhamente os únicos atletas de grande nível estão nas disciplinas técnicas como os saltos (comprimento, triplo) e lançamento do peso onde conseguimos um sexto lugar no último campeonato do mundo, no entanto bem distante da possibilidade de almejar o pódio.
    Não faço ideia por que isto mudou tão radicalmente, não conheço a realidade, não sei o que se passa no desporto escolar, se é por agora todos os miúdos (e os pais!) quererem ser Messis e Ronaldos mas fica a triste constatação.


    • Falta-nos a “Concretização”;
      do jogo da Final de sub-20 disputada em Barcelos pude concluir que nos falta a concretização dos lances, das iniciativas. Avançamos muito rapidamente para o campo inimigo, rematamos rapidamente e rapidamente perdemos a bola, apanhada pelos espanhóis, pouco habituados a perder oportunidades.
      Minuto a minuto, uma tensão crescente, irreparável.
      Portugal adiado na recta final?

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.