Provocação


No preciso momento em que o governo se atreve a abolir o feriado da Restauração, eis que temos uma inusitada presença nas ruas da capital. Andam em “giro” por Lisboa, viaturas da polícia espanhola, alegadamente em apoio dos turistas que do país vizinho se passeiam pelas nossas praças, ruas e avenidas. Certamente bem-vindos, não têm qualquer necessidade de protecção especial, estando a PSP e a GNR habilitadas para o fazer. Assim, para que servem estes uniformes estrangeiros em missão de patrulha? Um insulto, é o que parece.
Inacreditável a falta de tino do ministério da Administração Interna, do ministério dos Negócios Estrangeiros e das chefias das Forças Armadas, já que com Belém para nada se pode contar.
Perderam o juízo ou é simples provocação? A menos que nada mais seja senão um teste para “memória futura”.

Comments

  1. grates ille tibi vellet persolvere dignas.Cnaeus Pompeius Magnus ….privatus says:

    é sempre bom um turista numa terra estranha ter algo em que se apoiar quando uma romena no 15 no 18 ou mesmo no 701 a partir do cemitério dos pá zeros nos limpa a carteira recheada de cotão…
    estamos numa comunidade de nações logo acho bem que bombeiros gregos venham ajudar a apagar fogos futuros em março ou que a polícia venha em Abril dizer aos turistas britânicos a viver em Putocale que tem um bobbie ali na esquina,,,,,

  2. grates ille tibi vellet persolvere dignas.Cnaeus Pompeius Magnus ….privatus says:

    mas se bocemeçê quer meter os espanhóis no forno
    e levar as reformas lusas aos de Olivença
    cá por mim vá queu vou arranjar uns papéis mações pra adecorar os gabinetes

  3. Ricardo Gomes says:

    so nao sei o que é que as Forças Armadas têm a ver com isso…que grande confusão vai na cabeça destes bloguistas…

  4. Nuno Castelo-Branco says:

    O que as F.A. têm com o assunto? Tudo. Garantem a soberania e a presença de forças militarizadas estrangeiras, seria de molde a levar a hierarquia a aconselhar o governo. No mínimo é o que se lhes pede. O que me surpreende é a indiferença geral. Espantoso!
    Acabei de ver a ridícula reportagem da SIC e aquilo que a nossa própria policia diz acerca do assunto, mostra o nível a que chegámos. Os agentes atrevem-se a afirmar que…”os espanhóis compreenderão melhor, se algo acontecer”. Como assim, se os próprios turistas afiançam que se fazem compreender bem portugueses? O oposto é que é a miragem que conhecemos.
    Em suma, neste momento – ou em qualquer outro -, este é um péssimo indício. Pensem no assunto e concluam acerca da mensagem que está a ser dada: inépcia de garantir a segurança no nosso território.

  5. Edgar says:

    Será um ensaio?

  6. Ricardo Gomes says:

    Pois… é de gente confusa que os nossos políticos precisam…Policía = Administração Interna. Forças Armadas, intervêm (e aconselham) apenas nas situações prvistas na Lei. Gente confusa é o que a malta do “tacho” precisa, para os (i)rresponsaveis passarem em claro…


  7. Forças Armadas… 😆 😆


  8. Os turistas estrangeiros, que querem atravessar Portugal, têm de sair dos carros para pagar as portagens. Empresários do sector hoteleiro prometem “fazer barulho”, começando por levar os protestos ao Presidente da República.

    Ler mais: http://expresso.sapo.pt/turistas-fazem-fila-a-pe-na-autoestrada-a22=f717513#ixzz1rIoZHHB3

  9. David Mendonça says:

    Certamente que em Málaga ou em Torremolinos haverá um súbdito do João Carlos furioso com a presença das viaturas e dos agentes da PSP…

  10. maria celeste ramos says:

    Pois eu pensava que 164o era uma data a festejar e já agora proponho polícia portugusa em Madrid e em Badajoz pelo menos a não ser que precisem de ajuda para outras situações que não conseguem resolver por lá mais ao norte


  11. Convinha não omitir que também anda um carro da polícia portuguesa no estado espanhol. ..

  12. Eduardo Silva says:

    Compreendo a indignação pelo “corte” dos feriados, até nem sei de foram bem escolhidos, a haver cortes. Não estou nada assustado com tal presença, pois já todos fomos a algum lado onde até calhava bem em certas circunstancias uma ajudinha. Fiquemos atentos meus amigos. Agora o poster nazi não vem muito ao caso. Abraços.

Deixar uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.