Nem mentir sabem ou só sabem mentir

 A austeridade imposta pelo governo é necessária, como já foi amplamente demonstrado e como o futuro demonstrará. Vivemos todos acima das nossas possibilidades. Os sacrifícios estão distribuídos de maneira equilibrada pelos cidadãos portugueses. Estas e outras mentiras foram afirmadas por membros do actual governo, depois das promessas de Passos Coelho em campanha eleitoral.

Tinha ficado estabelecido que os cortes dos subsídios de férias e de Natal teriam lugar em 2012 e em 2013. O Ministro das Finanças, hoje, confirmou isso. Passos Coelho, posteriormente, declarou que a reposição desses mesmos subsídios só terá lugar em 2015 e disse-o como se nunca tivesse ficado estabelecido que o corte terminaria em 2013.

Na televisão, dois comentadores, face a esta situação, começaram por se preocupar com a descoordenação do governo e soltaram alguns lamentos compreensivos. [Read more…]

Respirar de alívio

 O Tribunal Constitucional (TC) chumbou nesta quarta-feira o diploma que cria o crime de enriquecimento ilícito e que tinha sido aprovado na Assembleia da República com o voto de todos os partidos, à excepção do PS.

in Público

Mais Dívida e mais Tempo? Não, Obrigado

Por José Castro Caldas no “http://auditoriacidada.info

Omissão Parlamentar de Inquérito

Uma Omissão Parlamentar de Inquérito é uma Comissão Parlamentar de Inquérito à qual foi omitido o “C”. Atendendo aos resultados que estas têm tido e ao que se espera desta, pode-se afirmar que as duas expressões são equivalentes.

Professores do quadro vão ser despedidos!

O título deste post é falso. Mas do modo que as coisas estão a desenvolver-se será uma questão de tempo até que o tempo verbal mude do futuro (vão) para o pretérito (foram)!

O MEC continua a navegar à vista, mexendo apenas por mexer, ou antes, a mexer apenas para poupar.

A reorganização curricular que está em cima da mesa vai implicar um MEGA- despedimento nunca antes visto em Portugal e deixamos aqui um outro número brutal: quando, ainda no tempo de José Sócrates, se constituíram 84 MEGA – agrupamentos de escolas, saíram das escolas e apenas por causa disso, 5 mil docentes. Este número é oficial do Ministério da Educação. [Read more…]

Orgulho

Silêncio que está a começar o BENFICA!

Judite Afronta a Indecência e a Insanidade

Não há meio de Portugal respirar renovado, bem longe do mofo que, por exemplo, Noronha do Nascimento representa. A venalidade dos altos magistrados insulta-nos todos os dias, especialmente quando exalam vapores de indecência e de insanidade no chiqueiro malcheiroso com que o socialismo-socratesiano conspurcou o País e, dada a condescendência passista, ainda conspurca. Não resta ninguém, dentre as principais figuras do Estado, que prime pela verdadeira e inexorável independência e nos preste contas a nós, cidadãos sem o poder do dinheiro para as médias e grandes cunhas e os médios e grandes tachos, mas com todo o poder e dever de exigir absoluta seriedade. Noronha do Nascimento, com a sua inconfundível vozinha de quem acabou de respirar hélio, há muito deveria desinfectar as instalações que ainda ocupa. Recordo, com nojo, a entrevista que deu à RTP, em Fevereiro de 2010, conduzida pela espontânea e magnificamente bem informada Judite de Sousa, bem atenta ao que se escrevia e escreve, denunciava e denuncia nos blogues, especialmente no Portadaloja e no Do Portugal Profundo[Read more…]

Não se pode dizer que não tenha razão

Günther Grass diz que Israel é “perigo para a paz mundial”

Poema em alemão

20 anos sem Salgueiro Maia

[Read more…]

Profissão: economista

Pedro Nuno Santos decidiu ser notícia pelo que fui ver quem ele é.

Da sua biografia na página da Assembleia da República consta que é um jovem com 34 anos, quase 35, desempenha três cargos políticos

  • Deputado na XII Legislatura,
  • Vereador da Câmara Municipal de S. João da Madeira e
  • Presidente da Federação de Aveiro do Partido Socialista).   [Read more…]

Portugal Ingrato

     

A 8 de abril de 1976 (há justamente 36 anos), o filósofo português Eduardo Lourenço (a partir de Vence, França) responde à carta que Jorge de Sena (em Santa Barbara, EUA) lhe enviou: ” podia subscrever quase tudo o que nela dizes, pois conheço um similar drama de desfasamento em relação às coisas pátrias , embora atenuado pela menor distância e a possibilidade de poder ir lá mais facilmente «reciclar-me» em barafunda e apreensão”. Ora o que Jorge de Sena- crítico, poeta; exilado no Brasil para fugir à PIDE; e depois nos EUA para escapar à ditadura militar naquele país instalada – havia desabafado, resume-se a isto: “pátria ingrata (…) Há muito que conversar, e , ainda que não houvesse, a gente fica a olhar um para o outro, verificando como o tempo e Portugal nos devoram.” [Read more…]

O fim dos subsídios e o fim do caminho

Neste ‘post’, já havia denunciado e provado que o corte dos subsídios se tratou de uma medida voluntarista e anti-social não estabelecida no ‘memorando de entendimento’ da troika. Foi uma agressão social, da lavra de Vítor Gaspar que Passos Coelho autenticou, sem pestanejar.

Hoje, na AR o zeloso e pastoso Gaspar, tal como Moedas ontem, garantiu que o corte dos subsídios é temporário e sustentou:

… a notícia foi “artificialmente fabricada”

Fiquei perplexo com a afirmação. Quem viu e ouviu, na TV, o comissário Peter Weiss declarar que a medida do corte de subsídios poderá transformar-se em permanente, nem poderia reagir de outro modo à falácia de Gaspar.

Por outro lado, a adensar dúvidas sobre as garantias do governo, do seio do PSD são difundidas outras opiniões em sentido algo diverso. Com efeito, o agora todo poderoso Jorge Moreira da Silva vem declarar a necessidade de haver prudência na reposição dos subsídios, sublinhando:

…o objetivo do partido é a “reintrodução de forma gradual” dos subsídios de férias e de Natal “logo que situação financeira” o permitir. [Read more…]

Leonor Beleza recebe doutoramento Honoris Causa

Os hemofílicos portugueses agradecem…

Claro que o corte dos Subsídios é temporário

Querem apostar que em ano de eleições (2015) regressam em força?

Só lhes falta o vinagre

A ministra da agricultura e etceteras anunciou que

  1. os preços dos alimentos poderão aumentar por causa da seca e que
  2. haverá uma linha de crédito de 50 milhões para ajudar a vida dos porcos (nomeadamente, pelo apoio à pecuária, que privará os suínos da fome e da sede).

Em consequência, antevê-se que

  1. os hipermercados tenham uma desculpa para aumentar o preço dos bens alimentares, já que um representante dos agricultores afirmou que a tendência dos preços na produção é de baixa e que
  2. a banca agradeça mais esta oportunidade de negócio, desde que os agricultores já tenham conseguido pagar as últimas linhas de crédito criadas para tapar problemas anteriores.

A política portuguesa está, portanto, no momento linha de crédito, saído do baú das soluções recorrentes que nada resolvem. Já tivemos o momento aumento de impostos (repetição Sócrates 2005+etc.), o momento obras públicas é que nos salvam (repetição Sócrates Parque Escolar+Aeroporto Beja+autoestradas+etc.) e, claro, o momento nomeações não poderia faltar. Falta o arrogante azedume e o delírio do excedente orçamental para que ambos os governos se confundam. Ah!, sim, faltam as causas fracturantes. Ai, as causas fracturantes que entretiveram uma legislatura. O tempo dirá se também aí virão os momentos paixão educativadeslumbramento tecnológico e  ópramim tão verde tenham lá paciência com a factura da EDP.

Quem rouba aos pobres…

…pode dar aos pobres, mas é ladrão na mesma. Os 70 milhões do CDS explicados pelo José Vítor Malheiros.

Sócrates

Desde Paris, comanda TUDO! É só ele querer e até começa a chover. Ou não!

Todos os motivos

O estado está mesmo sem rumo! Vale tudo para despedir um trabalhador. Então agora só porque se festeja um GOLO do GLORIOSO vai para a rua! Não há condições.

Eis a prova do crime: [Read more…]

Hoje dá na net: Richard Dawkins – Inimigos Da Razão

Richard Dawkins – Inimigos Da Razão, documentário do Channel 4. O professor Richard Dawkins confronta a epidemia de pensamento irracional e supersticioso com lógica, observação e evidência – por outras palavras, através da razão.

Legendado em português. Link para o segundo episódio e instruções para activar as legendas, depois do corte.

[Read more…]

À atenção da sr.ª Canavilhas, do sr. Zorrinho e da SPA

Redução da Pirataria em França não Aumenta Vendas

Vagamente, o Estádio Nacional

Nunca viajei no ramal do Estádio Nacional.
Vagamente tenho memória do que não conheci.