Salgueiro Maia em Duas Fotografias

Santarém, Jardim dos Cravos. Homenagem a Salgueiro Maia.
25 de Abril de 2012. © Um Amigo.

[Read more…]

Julho de 2010: Nuno Crato critica os mega-agrupamentos

Vale a pena ver com atenção os dois vídeos que se seguem, com a participação de Maria do Rosário Gama no programa “Plano Inclinado”, em que um dos comentadores residentes era Nuno Crato. Ouça-se, com muita atenção, o modo como Nuno Crato mostra uma indignação solidária contra o disparate dos mega-agrupamentos, o mesmo disparate para o qual, menos de dois anos depois, contribui, como ministro. Enfim, cratinices. [Read more…]

Hoje acabou a televisão que funcionava

8% da população não tem cobertura TDT. Bem vindo ao país falhado.

A cantiga da rua, hoje na Noruega

[vodpod id=Video.16433794&w=425&h=350&fv=%26amp%3BembedCode%3DkzMHlqNDoF7EW8cGwdQbQjXAnshtBg0m%26amp%3BvideoPcode%3DRmaW46gJFdYKU8XJ90pKJneIbVdG]

Milhares de noruegueses saíram à rua para cantar a canção que Breivik odeia

O multiculturalismo (vejam lá: uma canção norueguesa inspirada noutra do comuna Pete Seeger) juntou 40 000 cidadãos na rua, só porque Anders Behring Breivik declarou em tribunal que a cantiga lhe provoca os suores frios que nossa querida extrema-direita sente nos passos de uma Grândola Vila Morena.

Aguardemos até a blasfema insurgência nacional descobrir aqui a perdição da raça e o princípio do fim da superioridade da civilização cristã ocidental.

O próximo episódio da guerra da Fontaínha

A implosão será, mais tarde ou mais cedo, o caminho a seguir por quem demoliu um bairro social para abrir a paisagem à classe. Se a escola da Fontaínha não é minha, implode-se, pensa um pobre complexado que chegou a autarca por mera falta de comparência do adversário. E cantará vitória, como se os nossos libertários não estivessem ali a demonstrar que estão vivos, valendo isto um poema à nossa memória e espero que ao nosso futuro.

O problema de Rui Rio é dentro da sua arrogância ainda não ter percebido que não vai substituir Passos Coelho, por mais fascista que se imite; os tempos são outros e os governos de salvação nacional são agora sempre conduzidos por um um homem da Goldmam Sachs.

Ficará para a histórinha como um tolinho das corridas de automóveis, do posso, quero e mando. Ao pé dele Luís Filipe Menezes parece um génio da política. É obra.

Dia dos Não-Pais

Perto de celebrarmos o Dia da Mãe, vem-me à memória que, há uns tempos, Vítor Belanciano (jornalista do Público) escreveu sobre um grupo de cidadãos (França e Bélgica) que pretendiam criar o dia dos não-pais…

Quer-se criar um dia para tudo. Até o Dia do Cão se quis criar na Assembleia da República Portuguesa! Lembrei-me que tinha guardado, pelo seu tema absurdo, uma notícia que saiu no Espaço Público há cerca de 6 anos: [Read more…]

Um Fotógrafo Bailarina

O fotógrafo Bob Carey tem em curso um projecto para angariação de fundos a favor da luta contra o cancro. A mulher dele gosta das fotos e padece de um cancro da mama desde 2006.

E que tal uma pega de rabo e cernelha ao van Rompuy?

O presidente do Conselho Europeu, Herman van Rompuy, deu hoje Portugal como exemplo de um país que tem “agarrado o touro pelos cornos”, referindo-se ao combate à crise e à implementação de reformas estruturais.  Jornal de Negócios

Indignai-vos!

Indignai-vos!, uma palavra escrita sobre fundo vermelho na capa do livro de Stéphane Hessel (1917). Um livro publicado em 2011 e que andou nas «mãos dos cidadãos mais indiferenciados» em todos os locais públicos em França.

Deve ter muito para dizer um homem que conheceu praticamente todo o século XX, que privou com Sartre, que se juntou a De Gaulle, que recebeu a influência de Walter Benjamin, Marcel Duchamp ou Picasso, e que ainda redigiu, com poucos, a Declaração Universal dos Direitos do Homem, adoptada pela ONU em 1948.

[Read more…]

Eu considero surreal é que Marinho Pinto se indigne por causa de quem fez as buscas

Marinho Pinto considera surreal ser a GNR a fazer buscas na Madeira

Porque o problema não é quem faz as buscas mas a necessidade delas existirem. E sobre isso, nem piu.

Barça per sempre

Independentemente da bola de ouro ou não, qualquer pessoa que gosta do Barcelona – e percebe a filosofia inerente áquela equipa – estaria mais preocupada com a equipa, como eu estou, do que com este ou aquele jogador em particular. Equipa que está obviamente a atravessar uma fase má. O próprio Messi pensa assim. Faz parte da filosofia da equipa e do que incutem nos jogadores. O Messi já ganhou três bolas de ouro, acho que já está mais que afirmado que é um dos melhores jogadores de sempre e parece-me muito provável que vá ganhar outra, mesmo que não seja este ano será para o próximo ou próximo. Só tem 24 anos afinal de contas. Mas o que interessa na realidade é a equipa. Preocupa-me tanto o facto do Messi não vir a ganhar a bola de ouro como o facto do Villa estar lesionado, do Piqué ter ido para o hospital ou do Abidal continuar a jogar.

Eu, em resposta a um colega que perguntou no facebook “onde estão todos aqueles que apoiam o Messi?”. Estão aqui e estarão sempre.

Nós não fazemos mas vocês também não

“Funcionários da Câmara do Porto iniciaram hoje, às 8h, os trabalhos para entaipar as entradas da escola, de onde foi retirado diverso material, como portas ou sanitas das casas de banho.

O objectivo é impedir a reocupação das instalações pelos activistas do coletivo Es.Col.A, que agendaram para esta quinta-feira à tarde, às 18h30, uma assembleia geral para decidir o que fazer depois da intervenção da Câmara do Porto.

Desta vez, a intervenção da autarquia foi mais radical e incluiu a colocação de tijolos e a destruição das infra-estruturas essenciais à continuidade do projecto Es.Col.A, avança a Lusa.” via porto 24

Algumas razões porque acho que a CMP tem dois pesos e duas medidas mais em baixo.
[Read more…]

Lavagem cerebral? Nãaaaaaaa

Não posso deixar de rir a bom rir ao ler, no Jornal de Notícias, esta pérola!

 

A Inspecção Geral de Educação acaba de decidir a favor da lavagem cerebral da pequenada. Reparem no argumento da escola: “Do agrupamento, o pai da menina, que frequenta o jardim de infância de Santo Isidoro, recebeu como resposta que a maioria das crianças é do clube: de um total de 13 crianças da sala, apenas duas não são benfiquistas”.

 

Muito bom. Sim senhor, um argumento do “catano”. Olhem, sempre se pode mudar a letra para: “atirei o pau ao preto” ou “ao cigano” ou “ao árabe” ou, quiçá, “ao capitalista”, basta que os filhos dos respectivos estejam em minoria na sala de aula. Bonito.

 

Assim sendo, fica já lançado o desafio aos professores das diferentes escolas do Norte: logo pela manhã, no arranque das aulas, é obrigar a pequenada a cantar o hino do FC Porto. Além de ser bem bonito, não manda atirar o pau a ninguém e muito menos a animais. Se quiserem uma coisa mais, sei lá, animada, podem sempre usar qualquer coisa dos Super Dragões, eu sei lá…ora vamos pensar…”e quem não salta, é lampião”. Tudo menos aquela de Lisboa a arder. Essa não, fica muito caro…

 

Ora vamos lá, todos juntos, meninos e meninas: “Ó meu Porto…”.

No Porto foi assim…

Qualquer dia, filmar os “agentes” da autoridade vai ser proibido… (Roubado daqui.)

Hoje dá na net: História de uma Flor

Ler aqui

«História de uma Flor» é um livro para crianças escrito por Matilde Rosa Araújo. A Revolução de Abril é retratada de forma lúdica através da história de uma flor, que passa de escura a vermelha, de sozinha a acompanhada, de triste a alegre. O livro está disponível na sua totalidade no Cata Livros, um site muito giro da Fundação Gulbenkian que reune um conjunto de obras infantis da maior importância.

 

E se o Leiria desistir do Campeonato?

Vai ser uma grande confusão!