O despacho revogado antes de feito

Acabada de publicar a revogação de uma coisa que sairá em Agosto. No Ministério da Educação não se brinca em serviço; prepara-se o futuro com rigor e perfeição.

Nos próximos dias os professores portugueses vão revogar mentalmente o governo (tirando os adesivos do costume). É que isto de ganhar menos e trabalhar mais, sendo certo que já estamos habituados, tem limites. Quero ver as sondagens, quando isto for percebido, engolido e digerido pelas vítimas.

Para quem está de fora ter uma ideia, soube disto por mail sindical só uma hora depois de circular nos blogues dos zecos. Um fenómeno.

Detalhe via Ricardo Montes.

Comments

  1. Dora says:

    “Quero ver as sondagens, quando isto for percebido, engolido e digerido pelas vítimas.”

    Mais um professor ingénuo?

    1º- quais vítimas? quem são estes coitadinhos?
    2º – quais sondagens? feitas por quem e a quem?
    3º- desde quando é que isto é para ser percebido, engolido e digerido? desde quando é que tantos professores percebem o que quer que seja? Engolir, até que engolem. Digerir, não digerem, porque na próxima comportar-se-ão do mesmo modo:

    Às 2º feiras não contem comigo, às 6ª feiras também não, porque parece mal, à 3ª feira é contra a minha religião, à 4ª feira tenho cabeleireiro ou vou jantar com um ministro qualquer que convidou uma série de blogers experts em actualidade política, educação, mass média, gastronomia, à 5ª há a feira de Carcavelos, ao Sábado há uma qualquer promoção de um qualquer hipermercado e ao Domingo vou à Fnac e compro tudo, mas tudo, o que esteja em promoção para embelezar a estante do loft e impressionar os leitores do meu blog.

  2. Dora says:

    Também nunca gostei muito do Fernando Pessoa.

    LOL

  3. Dora says:

    Afinal, o que é um nome?
    E o que é que isso interessa neste contexto?

    O que quis expressar é esta revolta – muito tentei debater esta mais que previsível política de cortes, especialmente a do rigor, dos exames e a da implosão de Nuno Crato, travestida de grande coragem e melhoria de aprendizagens.

    Fiquei, praticamente, só. Pois que não, que agora é que era. Sempre do contra, ……

    Como escrevi, cansei.

    Não me espanta o que tem acontecido e vai continuar a acontecer. Não é uma questão metafísica. É tão só uma análise da realidade.

    Boa noite

  4. Dora says:

    “What’s in a name? That which we call a rose
    By any other name would smell as sweet.”

    Romeo and Juliet (II, ii, 1-2)


  5. O humor anda a descer de patamar – cuidado não caia pela escada abaixo

Deixar uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.