New York Times concorda com Januário Torgal Ferreira

Portugueses são os mais ‘complacentes’ com austeridade, diz New York Times

Comments

  1. MAGRIÇO says:

    Possivelmente, muitos se sentirão orgulhosos. Eu sinto-me envergonhado. Porque não somos melhores, nem porque somos bons católicos, mas porque ficámos castrados com os 48 anos de humilhação salazarenta. Enquanto não recuperarmos a nossa virilidade, seremos sempre olhados com comiseração.

  2. Maria de Portugal says:

    Como é que você chega a conclusão que o NYT concorda com o Bispo Januario Torgal? A unica coisa em que os dois concordam é a questão da “complacencia dos portugueses”. Basicamente a mensagem deliriante deste Bispo foi equacionar Passos Coelho com Salazar….onde é que você leu que o NYT concorda com isto?

    A questao que o comentario de D. Januario vem sublinhar é “Porque que a Igreja Continua a Interferir com a Politica em Portugal?”

    A minha opiniao está aqui:
    http://oportuguesliberal.blogspot.com/2012/06/portuguese-catholic-church-is-disgrace.html

  3. António Fernando Nabais says:

    Calculo que o NYT não tenha tido conhecimento das declarações de Januário Torgal Ferreira. O título constitui, portanto, um jogo de palavras. Curiosamente, a cara comentadora afirma que “A unica coisa em que os dois concordam é a questão da “complacencia dos portugueses”. Pelos vistos, concorda comigo.

  4. MAGRIÇO says:

    Não deixa de ser curioso – já o constatei diversas vezes – que os piedosos consumidores de fé consideram sempre que a igreja interfere com a política só quando lhe faz oposição. No tempo de Cerejeira, de facto, não havia interferência: havia cumplicidade. Infelizmente a objectividade anda muito afastada do vocabulário e da realidade da maioria dos portugueses.

Deixar uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.