A revisitada teoria da suspensão da democracia

«Quando uma câmara está excessivamente endividada, quem vier depois a ganhar eleições não tem margem para tomar qualquer decisão política.» Rio, no Público.

Comments

  1. jorge fliscorno says:

    Mas uma comissão não eleita já teria margem de manobra? Sem querer (?), Rio passa um atestado de incompetência aos políticos.

  2. Uma gracinha a poder ser extrapolada para passos cuelho ?’ é demais

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.