O estado que não é desta nação

É dos livros: quando os médicos (ou os camionistas) saem à rua qualquer governo está acabado. Esse é o estado da nação, e um debate em que ministro da privatização da saúde tem direito a destaque confirma-o.

As arengas, que fui ouvindo ao longe, tiveram momentos com piada, embora no domínio de uma outra nação, a parlamentar, esse mundo maravilhoso onde se semeia o que será uma viçosa relva de ministro.

A culpa de tudo é do governo anterior, repete em loop a claque do governo, coisa que ando a ouvir desde 1974 (sendo que em 1974 era verdade). Vamos salvar a coisa, perdão, a pátria, fustigam. Estamos a exportar imenso, garantem (esquecendo que também estamos a importar menos). Em 2012 vale tudo, inclusive invocar 1943 (um país neutral em plena guerra).

Nada disto é neutro. A subserviência perante quem supostamente nos ajuda não é um acaso, é uma determinação. Afirmar que o BCE não empresta aos bancos a 1% não é mentir, é tentar uma habilidade. Insistir que não há dinheiro e temos de agradecer aos carrascos que emprestam com juros de usurário é apenas um tique de quem sempre se coloca do lado daqueles que têm o dinheiro, fogem com o dinheiro e com o bloco central se protegem.  Já fingir que estamos melhor, que os dados económicos são positivos, é apenas um reflexo neurológico, repetindo precisamente os últimos dias do outro governo. São esses os dias que ora repassam.

Mulheres e crianças recolhem carvão junto a uma via férrea no Porto. C. 1943.

Foto: in Joaquim Vieira, Portugal Século XX 1940-1950

Comments

  1. patriotaeliberal says:

    Qualquer dia isto já não é uma nação. E não digo mais nada porque hoje não estou inspirado e falta-me o vernáculo.

  2. patriotaeliberal says:

    Isto é um imenso playground de betos que brincam consoante as ordens dos papás e mamãs e tias e tios.


  3. Esta gente está tão longe da realidade como eu de ser milionário. É pena que ainda haja quem vote nestes fulanos…
    Abraço do Zé

  4. maria celeste ramos says:

    Não não estão longe da realidade – estarão sim completamente indiferentes à realidade de “outros” como eu – até o senhor do PSD eis presidente CM Cascais que está na RTP2 agora a falar contra o seu governo – longe da realidade ?’ Longe porque não lhes interessa nada – não passam pela RUA ?? da realiade ? ou serão zombies ?? e ontem Ferreira Leite pareceu-me “realista” e é do partido do governo mas não chega a tal grau de desonestidade porque ao fim de um ano não teria VISTO mais nada do que não quer ver ??? o que andam a tramar ??? beijinhos na boca de merkel e cª ?? para quê e quem ?? médicos em greve a 95 % é obra e para xatiar alguém mostrou a imagem de salazer e do tempo em que endireitos as finanças ?? mas quem é que está no governo ?? relvas é uma brincadeira ao pé disto pois que um “bobo da côrte” sempre existiu – só lhes acho graça pois que agora lhes toca reagem – mas não é tarde demais – mais de 2 mil médicos concentrados em Lisboa pela defesa do SNS – fala Daniel Sampaio – Um diz que assiste à morte do SNS – eu diria do país já agora – na 6ª feira 13 reunir-se-ão com o ministro – a mair greve de médiacos jamais vista e nem no tempo de Leonor Beleza – até o bastonário – e que amanhã espara mais médicos na rua – etc – o custo da saúde per capite muito melhor que na europa e média abaixo da diz ele – Parlamento discutia EStado da Nação e fala-se no falhanço do Estado – e que a avaliação está na RUA – Passos diz que não está na rua pois que se discute no Parlamento – o ministro da saúde fala e nem percebi – tem a boca torta – e um olho vesgo – e vão dar subsídio a meninos especxais que entraram na FP há menos de 6 meses – Cavaco reunido com delegação para ir a Angel Merkel – nem o posso já ouvir a matraquear sílabas – Espanha passou de 18 para 23% e cortou subsídis aos FP para poupar 65 mil milhões de euros – Natal suspendo – subsídio e desemprego 2 anos mas no 2º ano só 50% – autarquias reduz vereadores (concordo e aqui deviam reduzir a 50% pelo menos e Ar também e cartões de crédito nenhum para ninguém – A marcha negra dos mneiros acabou com 78 feridos e 9 detidos e a polícia perdeu a cabeça – andam de bastão a carregar e armados até aos dentes e de capacete e com disparos directos – uma senhora quer que a EUROPA veja – alguns polícias têm uniforme ainda de formação – d zona mineira vieram 500 autocarros – mas há os radicais anti-sistema que fazem distúrbios – Na rua de Kabul uma manifestação – guiness um carro que andou 4 milhões e 800 mil km – electrico de Sintra roubados cabos e peças de cobre – inaugurado em 1904 – pois a selvajaria está na rua – até amanhã diz a locutora-22:40H

  5. edgar says:

    Já quase ninguém, excepto os próprios, se atreve a dizer bem deste governo. A chamada classe média, sustentáculo eleitoral do PS e do PSD, está a empobrecer e a desesperar. Por falta de informação ou preconceito, ainda há quem não veja alternativa política ao bloco central e a esta UE mas a situação está a agravar-se tão rapidamente que não há hesitação ou preconceito que aguente.

  6. Lopo says:

    «A culpa de tudo é do governo anterior, repete em loop a claque do governo, coisa que ando a ouvir desde 1974 (sendo que em 1974 era verdade).»

    Erro! Já em 1974 nem tudo era de facto culpa exclusiva do Governo.

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.