aquele que sabe que vai morrer

Quando se olha um homem que sabe que vai morrer – não num qualquer dia incerto, mas em breve e inexoravelmente – não é a morte que contemplamos, mas a vida que nele resiste, essa vida que nos desconcerta porque a achávamos impossível quando o futuro, a redentora ideia de futuro, desaparece. Um homem que sabe que vai morrer já só tem o presente e tudo o que a ele conduziu, tem o tempo – contado, escasso, precioso –, tem um corpo que talvez já não domine, tem fé ou não a tem, tem gente à sua volta ou está sozinho, tem-se a si mesmo – inteiro, desmascarado, definitivo. [Read more…]

Querida, Descobri um Estadista

Ao contrário d’O Jumento e da generalidade de blogues xuxas, nostálgicos e adoradores de uma Besta Apocalíptica, fiquei agradado com as declarações de Pedro Passos Coelho: «Se algum dia tiver de perder umas eleições em Portugal para salvar o país, como se diz, que se lixem as eleições, o que interessa é Portugal.» Pôr explicitamente o interesse do País em primeiro lugar é de estadista; recusar medidas que eleitoralizam as psiques, chantageiam ou compram eleitorados, não é de estadista. PSD e CDS tornaram-se odiosos com o que estão a fazer: basicamente cumprir o Memorando que os xuxas negociaram. Foram-nos dadas metas e exigidas mudanças estruturais às quais o Estado Português está comprometido com a Troyka e, em rigor, não há caminho alternativo nem folga para fugir.

Temos diante de nós uma escolha: ou a falência iminente ou a redução abrupta e brutal da despesa do Estado. Até chegarmos aqui, venha António Costa ou outros xuxas dizer o que quiserem, os Governos xuxas omitiram a realidade, nunca abordando este tópico singelo de se tratar Portugal de um País ultra-endividado, vivendo de empréstimos, sem PIB que os suportasse. Era uma corrida supersónica contra a parede. Quem é que falou e enfrentou, no passado, o défice das empresas públicas de transportes, 6 mil milhões, mais juros de empréstimos por pagar?! Os Governos xuxas estavam ocupados com outras coisas e prioridades. [Read more…]

Reviver o passado relendo Eduardo Catroga

3 de Maio do ano da desgraça de 2011 o maratonista Eduardo Catroga falava assim:

O economista Eduardo Catroga afirmou hoje que a negociação do programa de ajuda externa a Portugal «foi essencialmente influenciada» pelo PSD e resultou em medidas melhores e que vão mais fundo do que o chamado PEC IV.

Numa declaração aos jornalistas, em nome do PSD, Eduardo Catroga considerou que a revisão da trajetória do défice foi uma «grande vitória» dos sociais-democratas.

Congratulou-se também com o facto de o programa de ajuda externa a Portugal não afectar as «pensões de sobrevivência e de invalidez de cerca de um milhão de pensionistas com menos de 200 euros mensais» que, disse, eram «atacadas» pelo Programa de Estabilidade e Crescimento (PEC) chumbado em Março pela oposição no Parlamento.

Airmou ainda que o PSD terá autonomia, se for Governo, para substituir eventuais «medidas penalizadoras para os portugueses» do programa de ajuda externa a Portugal por outras que cumpram os mesmos objectivos.

Gosto da Cidade

maldade minha…

Hóquei em Campo: uma foto para a história

 Armindo de Vasconcelos

Portugal, em masculinos, e Irlanda, em femininos, conquistaram a medalha de ouro nos Europeus. É um escalão menor, mas, em 2014, já estarão no patamar acima. Daí, essa alegria contagiante e essa amizade que o desporto sempre faz nascer. Porque são raras estas imagens de união, mesmo no desporto onde cada um comemora à sua maneira, quase se constituindo excepção, seja-nos permitido sorrir com estes jovens atletas que suaram para atingir a sua glória como equipa.
E foram os melhores. Eles, portugueses; elas, irlandesas.

Os médicos

Desde a última greve dos médicos que estes passaram a ser notícia. Ouvi-as ontem e hoje também sobre duplicação de vencimentos. Há, possivelmente, médicos que estejam a furar o esquema. Falta de vergonha deles mas também do próprio ministério que é incapaz de fazer o que lhe compete – controlar – e agora descarta responsabilidades espalhando sobre todos os médicos o manto do descaramento.

Esta estratégia não é nova.

[Read more…]

pois… também gostávamos de saber

A alma lusa tem muita tusa


Um finlandês chamado Tatu Westling descobriu que a economia cresce mais quando o pénis é mais pequeno. A notícia é velha, podem ver a prelecção do Tatu no Vímeo, mas o Verão não perdoa a arqueologia noticiosa e o Rui Rocha muito menos.

E foi bem desenterrada. Perante a ameaça de novos cortes, cientificamente dirigidos para o coiso, se bem conheço a pátria e seus indígenas é desta que homens e mulheres de Portugal saem à rua e vai tudo raso. Qual Grécia: atreve-te Gaspar, afoita-te Coelho, e ides ver de que massa é feita a revolta em Portugal.

Até já estou a ver o operariado cerâmico das Caldas da Rainha, logo a meio da manhã:

– Ai ele é isso? pois não faço nem mais cortado.

Ganhar duas vezes

“Inspecção de Saúde dá conta de acumulações de remunerações no relatório de actividades de 2011. Há 374 médicos a ganhar duas vezes num mesmo hospital. Há hospitais que continuam a pagar 60 euros à hora a médicos contratados à tarefa, o dobro do máximo estipulado há um ano pelo secretário de Estado da Saúde.” (Público, 25/7).

Enquanto a maioria dos portugueses vê o seu salário alterado para baixo e outros perdem o emprego há, contudo, quem receba a dobrar…

Austeridade para uns, acumulação para outros.

O seu a seu dono!

 

Reconheceram-na pelo sorriso

Arqueólogos acreditam ter descoberto esqueleto de “Mona Lisa”

Acordo Ortográfico: um vídeo penoso de Fernando Cristóvão

Neste vídeo, Fernando Cristóvão, eminente estudioso da língua e da literatura portuguesas, faz uma defesa penosa do chamado acordo ortográfico (AO90).

Um dos primeiros argumentos usados consiste no facto de ser uma lei. Para além de haver muitas dúvidas acerca da legalidade do AO90, as leis podem ser revogadas, a não ser que estejamos diante de algum fenómeno religioso e o dito acordo tenha descido do Monte Sinai pelas mãos de algum iluminado. [Read more…]

Vida = fórmula (?)

Continuo a transcrever o Diário de Etty Hillesum para este espaço. Etty, uma escritora judia que morreu em Auschwitz em 1943.

Na quarta-feira 22 de Outubro de 1941,  poucos dias após ter iniciado a Batalha de Moscovo –  uma das mais importantes e mais longas da Segunda Guerra Mundial e em que morreu cerca de um milhão de pessoas – Etty, com 27 anos na altura, escreveu isto:

A vida não se apanha em meia dúzia de fórmulas. No final de contas é com isso que te ocupas constantemente e que te obriga a pensar de mais. Tentas capturar a vida em algumas fórmulas, mas tal não é possível, a vida tem infinitas nuances e não se deixa apanhar nem simplificar. Mas por isso mesmo, tu podes ser simples.

S. Francisco de Assis

Longa-metragem sobre S. Francisco de Assis e uma das principais Ordens Mendicantes da Idade Média. Não legendado.

ficha IMdB

Da série Filmes para o 7.º ano de História
Tema 4 – Portugal no contexto europeu dos séculos XII a XIV
Unidade 4.2. – A cultura portuguesa face aos modelos europeus

Os Jogos Olímpicos visitam Banksy (1)

Crato inclinou-se tanto que abriu um buraco

São quase três da manhã e a plataforma continua em baixo. Os Professores continuam a não poder concorrer.

É perfeitamente estúpido que o Mestre da exigência se preste a este papel. Não há adiamento que resista a tanta incompetência.

E reparem, não se trata de estar ou não estar de acordo com as políticas: para lutar pela Escola Pública, fomos, no Porto, outra vez para a rua!

Não é essa a questão.

O ponto é mesmo a incompetência desta gente em gerir uma coisa tão simples como um concurso de professores. Nos anos 80, quando eram em papel, tudo era possível. Agora com computadores e fibra óptica e sei lá mais o quê, não conseguem? Ou são incompetentes ou querem acabar com os concursos nacionais?

Será que sobre isto, a FNE terá algo a dizer? É que à hora em que uns estavam nas ruas do Porto a lutar pela escola pública, outros estavam a Despachar serviço no gabinete do Ministro.

Nota de rodapé: passaram 11 minutos e a plataforma continua como o Crato! Um zero!

 

 

%d bloggers like this: