Da série ai aguenta, aguenta (14)

“Portugueses vão ficar no limite dos recursos até para consumir o mínimo” (Ana Isabel Trigo de Morais, directora-geral da Associação Portuguesa das Empresas de Distribuição)

Comments

  1. António Fundo says:

    É inevitável, visto que domina por cá uma lógica do nivelar por baixo associada à recusa intransigente de se cortar na despesa pública.

  2. maria celeste ramos says:

    Recusa de cortar na despesa pública mas qual delas qual parte – só na parte que me cabe ai cortou cortou – cortou desde 1995 – e cortou bem – mais de 44% – desde novembro 1995 – já rapam o tacho

  3. maria celeste ramos says:

    Mesmo sem dizer nada este senhor tem uma boca sinistra

  4. eyelash says:

    Têm a certeza que a senhora é aquilo que diz ser!
    Quanto às grandes superfícies estou cheio de pena… tenho pena é do produtor que continua a ver as suas margens diminuírem para que os lucros continuem nos níveis habituais.

    • João Pereira says:

      Nas grandes superfícies também trabalham pessoas que tem de pagar as contas no final do mês.

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.