E a prova dos nove

Quem defende os delinquentes comparece sempre no local do crime.

Comments

  1. joshua says:

    Simplesmente não gosto, JJC, que Nababos historicamente mal comportados como o Soares autopsiado por Rui Mateus se pronunciem sobre delinquentes num Faís Podido. Em casa de fome, o mais natural é que a decência e a lei ganhem uma nova maleabilidade. A do desenrasca. É da natureza humana mandar a necessidade.

    O Super-Maçonaria-Man Soares tem demasiadas responsabilidades nisto, tal como Cavavo e outros. Entre Machete e Soares não há a pontinha de uma diferença: são Paxás do Regime, Nababos da puta da “democracia” que tem sido muitíssimo boa mas só para eles. Ou não é esta um raio de uma “ditadura democrática” de quem mais rapou, como ele?!


    • Comparar Mário Soares a Pedro Passos Coelho é como comparar um vendedor de banha da cobra a um serial killer.
      Mas para defender o serial killer vale tudo, não é Joaquim?

      • joshua says:

        Não vale, João. Mas para atacar os actuais incumbentes na sua casca de noz, sim, vale tudo. Para Soares, nas suas queixas de Dono do Regime, sem dúvida, vale tudo. Uma vida a valer tudo.

        Para distorcer factos, medidas, e nunca destrinçar o Trigo do Joio, e não dar por bom o que é bom e separar do que é mau, vale tudo. Oh, se vale, João.


        • Tem razão pelo que diz, e chega-me. Por outro lado há uma abissal diferença: Mário Soares é um democrata, com provas dadas. O PPC nem o que isso significa sabe, quanto mais praticá-lo.

Deixar uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.