Destruição Geral do Estado

o mastro

Em sentido contrário, as transferências para o Ensino Particular e Cooperativo sobem de 238 milhões em 2013 para 240 milhões em 2014.

No Público de hoje.

Comments


  1. Mas é claro – aqui chamem-lhe direita – em moscovo chamam skin-heads e neonazistas – na Áustria não chamam – são NO Brasil deita-se fogo mesmo – na AR grita-se e a maioria ri e não têm descontos – só desacatos por enquanto lexical – NA TV o “oposto ao outro” só sabe dizer “não é verdade” – o CDS grita que na “altura de neccesidadeS2 descompõe – não tarda a haver porrada mesmo na AR o que já existiu em Roma e não sei que mais onde – a MEINA BE de cara nova não diz nada – etc – parece o desacordo horto-gráfico – Luiz Meneses PSD escreve o nome com “z” – pago eu a estes glutões pra terem razão de existir falando assim – servem para quê ?? EL PAÌS fala de Portugal é claro – e diz mal – os filhos da puta


  2. A mesma vergonha. Capitalistas de meia-tigela com o lucro garantido pelo Estado. Concordo que para fazer isto, mais valia manter a despesa com o ensino público.

Trackbacks


  1. […] fizeram, como governantes, na Educação. Em todas as maldades que Nuno Crato tem feito e até no crescimento orçamental para apoiar o ensino […]

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.