Ainda há quem fale em crise nas editoras…

Um livro que vende 30 mil exemplares imediatamente após a publicação e não desperta interesse de reedição ao autor ou editora desde 1996, não é um facto estranho ou ficção, acontece em Portugal. A explicação é simples, o principal visado é um político português que mais parece saído da imaginação literária de Mario Puzo, antigo Primeiro-Ministro e Presidente da República na choldra em que o seu partido muito contribuiu para transformar o Portugal que hoje existe.
O livro chama-se “contos proibidos – memórias de um PS desconhecido”. Seria interessante a sua reedição nos dias de hoje…

Comments


  1. Oh homem de Deus, vá à rede e vai ver que pesca alguma coisa. Ele há coisas em que ainda dizem para dar canas de pesca em vez de peixe.

  2. Júlia Siolva says:

    O livro pode ser descarregado aqui: resistir.info/portugal/contos_proibidos_rui_mateus.pdf Cumprimento

  3. luis says:

    “Contos proibidos” ou “Quem se mete com o PS leva” ou “Para os amigos…tudo! Para os inimigos … nada! Para os portugueses … aplica-se a lei!”
    E aqui ao lado, em Espanha, o monarca a dar uma lição ao Republicano de meia tigela cá do sítio, quando disse num discurso no Natal que ninguém está acima da lei, apesar da sua irmã ter de ir a julgamento.

  4. Júlia Siolva says:

    O livro também pode ser descarregado no Aventar, aqui: http://aventar.eu/2010/12/19/contos-proibidos-o-ficheiro/

Trackbacks


  1. […] Ainda há quem fale em crise nas editoras…. […]

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.