O estrondoso crescimento da esquerda na Madeira

Não contando a família Coelho, a esquerda tinha um deputado na ARM, da CDU. Agora tem nove: dois da CDU, dois do BE e cinco do movimento Juntos pelo Povo.

O Juntos pelo Povo é um movimento de cidadania que derrotou o PSD em Santa Cruz, tem um programa simpático, de esquerda, embora não entenda a sua posição sobre o offshore. O presidente da câmara que elegeu é escriturário, vem do PS, e à boa maneira madeirense acaba de eleger o irmão, arqueólogo, e mais quatro que não estavam à espera. Nas autárquicas teve o apoio do BE.

Agora imaginem que o Juntos Pelo Povo concorre à Assembleia da República, juntando as diversas estruturas cidadãs que em várias cidades têm eleitos autárquicos…

Adenda: descubro agora que a CDU está a 5 votos do terceiro deputado, perdendo o PSD a maioria absoluta. Vamos ver a recontagem dos votos.

Comments

  1. Reaça says:

    Na Ilha é tudo jardinista.
    PCP, PS, PSD…ou WC é tudo jardinista.
    No rectângulo é tudo cubano, isto é uns c e g u i n h o s.

  2. Hélder P. says:

    Acordei ontem para a existência do JPP. Parece um partido de esquerda decente, até gostava que se expandissem para o “rectângulo” mas deverá faltar-lhe estrutura.

    • Madeirense atento says:

      Cuidado, Continente! O JPP é puro populismo. De esquerda tem tanto quanto o CDS lhe alimentou.


Trackbacks


  1. […] de Hondt se a CDU tivesse mais cinco votos o PSD perdia a maioria absoluta, fora a estrondosa subida da esquerda ser ainda maior. Alguma vez teria de calhar uma vigarice dar […]

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.