Os rostos da falência do BANIF: Passos Coelho, Portas, Maria Luís e Carlos Costa

passos_portas_maria_luis
Após os escândalos do BPP, do BPN e do BES os portugueses tinham a legítima expectativa que os políticos e a supervisão bancária tivessem aprendido a lição, mas afinal não, esta gente continua a brincar com o dinheiro dos portugueses.

Mais uma vez neste caso do BANIF a culpa tem caras e as caras têm nomes. Mas, mais uma vez, parece-me que os ex-governantes tudo estão a fazer para que a culpa morra solteira. Mas sublinho esta falência tem caras, responsáveis e motivações.

E esses responsáveis são Pedro Passos Coelho, Maria Luís Albuquerque e todo o anterior governo de coligação PSD / CDS, estendendo-se a responsabilidade ao Governador do Banco de Portugal.

carlos costa

Ninguém tem dúvidas que em 2013 a intervenção no BANIF era necessária, mas tudo o que se seguiu foram opções políticas E a manutenção da gestão do BANIF, como a nomeação para um novo mandato de Carlos Costa como governador do Banco de Portugal, foram opções políticas. Aliás, ainda há dias o ex-primeiro-ministro, Passos Coelho afirmava ter toda a confiança no Governador do Banco de Portugal e como a supervisão estava a acompanhar a situação do BANIF.

No decorrer das negociações entre a PàF e o PS, António Costa, numa entrevista à TVI, afirmou que a coligação escondeu dos portugueses algo de grande gravidade económica, de que o PS teve conhecimento nas reuniões que manteve com Passos Coelho e Paulo Portas. Aliás, António Costa chegou mesmo a dizer que

“Em cada encontro que tivemos foram deixando cair uma surpresa desagradável que se vai tornar pública um dia”

Parece que António Costa já tinha o sentido premonitório desta situação e responsabiliza agora o anterior Governo pelo arrastar do processo do BANIF.

Ainda hoje, Horta Osório, o português que preside a um dos maiores bancos do mundo, o Lloyds lembrou que se sabia que o BANIF estava fragilizado há alguns uns anos considerando que

“Este valor é demasiado para não ter um apuramento claríssimo das responsabilidades”, afirmou Horta Osório sobre os quase 3000 mil milhões de euros que o Estado injectará no Banco.

O anterior governo liderado por Passos e Portas preocupou-se unicamente com a ‘saída limpa’ quando a verdadeira situação do BANIF estava a ser ocultada até se ter tornado insustentável. Também entendo que Passos Coelho, Maria Luís Albuquerque e Paulo Portas, colocaram o interesse político e eleitoral acima do interesse do país, obrigando cada família portuguesa a suportar com mil euros a falência de mais um banco. Mas mais grave é ainda quando Passos Coelho até afirmou ” que se lixem as eleições, o que interessa é Portugal “.

O governo PSD /CDS tomando a decisão de nada fazer, ocultando o problema para depois das eleições legislativas cometeu um crime contra os superiores interesses nacionais, contando, neste caso, com a colaboração de Carlos Costa, o Governador do Banco de Portugal que, a partir deste momento, não tem quaisquer condições para se manter em funções atendendo a que pactuou politicamente com a estratégia do anterior governo, não cumprindo com o papel de supervisão e regulação do Banco de Portugal.

Perante a gravidade dos factos a culpa não pode continuar a morrer solteira. Tem que ser apurada a verdade dos factos e os responsáveis políticos severamente punidos.

Eu votei Pedro Passos Coelho, mas após ter conhecimento desta vergonhosa situação, reconheço o meu erro. Hoje sinto-me enganado pelos dirigentes do meu Partido. Se fosse hoje, com toda a certeza, não teria votado no ex-primeiro-ministro.  Eu errei, não conseguimos ser perfeitos.

Entendo mesmo que se vivêssemos num País decente Passos Coelho, na qualidade de ex-primeiro-ministro, deveria dar rapidamente explicações ao País sobre toda esta situação, renunciar ao  mandato de deputado e demitir-se da liderança do PSD. No mesmo sentido, Paulo Portas e Maria Luís Albuquerque deveriam renunciar aos seus mandatos de deputados e Carlos Costa deveria apresentar, de imediato, a sua demissão de Governandor do Banco de Portugal. Tenho ainda a esperança que estes três senhores e esta senhora tenham um pingo de vergonha e peçam desculpa aos portugueses.

Comments

  1. fraude pafista says:

    concordo com tudo. mas bem sabemos que, em portugal, eles só passam a ser culpados se admitirem o erro.

  2. Rui Moringa says:

    É preciso mudar o sistema político pela acção dos cidadãos.
    Abram os olhos, ou seja, o cérebro e pensem um pouco mais, em vez de reagir a foguetórios.

  3. joão lopes says:

    “surpresa deagradavel” é o minimo que se pode dizer…por outro lado,não percebi ainda porque se riem tanto os deputados da bancada do PSD? sera para agradar ao chefe coelho,que por sua vez tambem se ri bastante…e é por causa deste sectarismo politico(tomem la um presente envenenado porque não nos deixam governar,autentica birra infantil) que Portugal esta falido.eu disse Portugal,não os banqueiros,esses tambem se riem muito(la esta).

  4. Rui Moringa says:

    Quanto ao seu último parágrafo temo que não aconteça nada.
    Essas pessoas estão habituadas à sua “área” de conforto, ou seja são desavergonhadas.
    Nunca farão o que sugere.
    Para muita gente a atitude de António José Seguro não colhe em termos de exemplo.
    No Porto as pessoas que agem deste modo são consideradas morcões.
    O mundo é dos espertos.
    O poder é uma “excitação”.


  5. “Eu errei, não conseguimos ser perfeitos.”

    Ninguém exige a perfeição.

    Exigir-se pensar já é uma exigência.

  6. Fernanda says:

    “Tenho ainda a esperança que estes três senhores e esta senhora tenham um pingo de vergonha e peçam desculpa aos portugueses.”

    Não seja ingénuo.

    Nem pedem desculpa nem se demitem.

    Aliás, na comissão de hoje à tarde, assiste-se a uma verdadeira brincadeira – a ex-Paf tece considerações como se o presente governo estivesse a ser “incriminado” pelo acontecido.

    Passos Coelho, em declarações, aconselha que este caso não seja um caso de “arremesso político.”

    Cavaco fala em realidade e em ideologias, com primazia para a 1ª e para o pragmatismo, o que quer que ele entenda por isso.

    Cavaco faz parte do painel que menciona acima.

    Ninguém se demite.
    Ninguém pede desculpa.

    Esta é a resposta para o seu naive wishful thinking.


    • Naif? Paulo Vieira da Silva?
      Este é mais um caso da hipocrisia que se esconde atrás destes “panfletos”. Onde estava Paulo Vieira da Silva quando o BPN deu o estouro e mais recentemente o Bes explodiu?
      Este senhor PVS faz muitos prognósticos depois dos jogos e nos intervalos, censura os comentários daqueles que já perceberam o “estilo” com que se apresenta.

  7. m.almeida says:

    Você realmente é tão básico q até chateia. Os rostos da falência do BANIF são PSD MADEIRA leia-se Jardim e muitos dos q Passos ñ deu a mão. E já agora aguarden peli snowden do BANIF q irá divulgar quem são os donos das grandes fortunas q estào a priteger . Já agora LUIS AMADO e JIRGE TOMÉ dois docialistas ñ são chamados a falar? PVS abriu uma guerra ao PSD desde q foi preterido por outros. Mas se calgar qd o Snwdeb di BANIF escarrapachar com os ditas contas no BANIF o PVS vai engolir o q disse. O PVS e outros q andam a ver sectomam dexassalto o centrão

    • M.Sousa says:

      Oh Almeida, você está com o teclado trocado ou não sabe escrever em português? Ou está aflito com os seus guitos no BANIF? Mas que grande atrapalhação! Acalme-se homem que isto ainda não chegou a si!

  8. socialista sempre says:

    todos para a prisão já . andaram a roubar a quem trabalha ,reformados e pensionistas para encher o cu aos parasitas que vivem á custa do dinheiro dos contribuintes .todos para ELVAS .

  9. josecoutonogueira says:

    É um injustiça por a culpa apenas nessas pessoas, que nem sequer são as mais culpadas, apenas não tiveram tomates para agir a tempo e horas. A culpa é muito maior, vem do tempo da fundação do Banif e apanha vários governos, sobretudo socialistas. E apanha administradores que foram governantes e outros interesses. Está tudo escrito por aí, atirar as culpas para o Governo anterior (não votei neles nem me identifico com eles) é facciosismo de tasca, impróprio para um comentador que se considera com conhecimentos da matéria.

    • joão lopes says:

      mentira de um grande idiota:o Banif tem/teve no seu conselho de administração toda a tralha laranja que existe+alguma tralha cor de rosa,mas foi principalmente do PSD(este era o banco do jardim,pá).

  10. nuno says:

    Um thumbs up “Eu votei Pedro Passos Coelho, mas após ter conhecimento desta vergonhosa situação, reconheço o meu erro. Hoje sinto-me enganado pelos dirigentes do meu Partido. Se fosse hoje, com toda a certeza, não teria votado no ex-primeiro-ministro. Eu errei, não conseguimos ser perfeitos.”, podia ter começado por aqui e eu punha dois.


  11. É de saudar sempre os que sabem da coisa e tem certezas. Eu espero pelo inquerito, para ter tanta certeza . A pressa de nãopoder esperar mais uns dias para se aplicar o novo mecanusmo da UE deixa-me perplexo, pois aliviava a factura e de que maneira – 500%!!

  12. Barros says:

    Concordo plenamente. Mas esta justiça entertense com acusações infudadas deixando a ividencia sem resposta

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.