Ui que indignação se isto tivesse acontecido na Rússia ou na Venezuela…

jornalista da Time agredido com extrema violência por elemento dos serviços secretos norte-americanos quando tentava furar o perímetro de uma manifestação anti-Trump. O que vale é que eles por lá são muito democratas.

Comments

  1. eu avento says:

    Na Russia aparecia envenenado com plutónio e na Venezuela desaparecia.

    • joão lopes says:

      o que vale é que temos o henrique raposo,o heroi nacional da liberdade de expressão…e a cristina ferreira,a Empresaria feliz.estamos num optimo caminho…daqui a dois anos estamos em superavit…


    • Se calhar até aparecia. Mas se aparecesse nos EUA envenenado com plutónio ou torturado num buraco qualquer, haveria sempre uma desculpa com o argumento que nestes países seria sempre pior. Como se a brutalidade perpetrada pelos EUA fosse menor que aquela que é usada por russos ou venezuelanos.

    • Nascimento says:

      Nada como levar uma sova e” aparecer”!!! Assim todos nós ficamos a saber que o jornalista ou também qualquer negro ou latino, DEMOCRÁTICAMENTE LEVAM SOVAS!!!Muito melhor ELES para NÓS!!!Não é? Ó rançoso cobarde ” eu avento”.

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.