Passos Coelho solidário com José Sócrates


PPCJS

Passos Coelho ficou “espantado” com o editorial do Público que mandou calar José Sócrates, uma espécie de momento Rei Juan Carlos da direcção da redacção do jornal. “Não é um bom sintoma de democracia” afirmou o ex-primeiro-ministro cuja equipa que o levou ao poder em 2011 ficou famosa pela guerrilha na blogosfera e pela manipulação do fórum da TSF e de debates entre os candidatos à liderança do PSD. Aguardam-se declarações do líder do PSD sobre a linha editorial do Observador. 

É possível que estas declarações se insiram numa estratégia de médio/longo prazo de Passos Coelho. Se pensarmos bem, há muita Tecnoforma para escavar e a possibilidade do líder do PSD vir a enfrentar um calvário similar ao do seu par socialista não pode ser descartada. Por essa altura, se e quando ela chegar, Passos Coelho quererá, com toda a certeza, comentar a vida política e, imagino, enaltecer o incompreendido esforço de empobrecer e retalhar o país em nome da ideologia do fanatismo financeiro. Seria aborrecido se o mandassem calar, pese embora a improbabilidade de tal acontecer, considerando a lealdade da esmagadora maioria da imprensa nacional à agenda liberal e radicalizada da actual direcção do PSD.

Comments

  1. Afonso Valverde says:

    Como foi possível que o povo votasse maioritariamente nestes dois descerebrados mitómanos.
    Ainda lhes dão espaço?
    São para mim seres irrelevantes.
    Quero lá saber do jornal público. Não o leio.

  2. Mudam-se os tempos, mudam-se as vontades, todo o mundo é composto de mudança.
    Passos solidariza-se com Sócrates, é de facto surpreendente.
    Mas que o editorial do Público mande calar Sócrates é chocante para quem defende os valores da liberdade de expressão, embora se saiba que liberdade de expressão para alguns é só quando convém à sua ala política, pois no passado alguém tentou calar vozes do público e muitos dos que então logicamente se chocaram agora não se chocam por o jornal querer calar Sócrates em editorial.
    Quantos se chocaram por o Presidente anterior cobrir políticas de Passos quando não era esse o papel do cargo, mas agora assistem deslumbrados por ver o atual Presidente cobrir as políticas de Costa.
    Mudanças de tempo são assim.

  3. Matar saudades... says:

    E como amanhã é 25/4…
    Vão vendo e ouvindo para não esquecerem (alguns) e para raiva de outros

  4. Matar saudades... says:

    É claro que faltou o link…

  5. Acácio Bernardo says:

    Mesmo quando o Passos diz algo surpreendentemente conveniente a esta claque logo se justifica que deve ser por algum motivo a longo prazo maquiavélico que logo se verá ou não.

    • José Peralta says:

      Acácio Bernardo

      “Surpreendentemente conveniente”, será a sua opinião !

      Esta repentina “solidariedade”, vinda de quem vem, de um crápula mesquinho, vingativo e raivoso, a minha opinião, tão respeitável quanto a sua, é a de que se avizinha qualquer sacanice…e a culpa do meu livre pensar, é exclusivamente dele !

      Um tipo que diz que “não é um bom sintoma de democracia”, um tipo que tripudiou a Democracia, que traíu o espírito democrático que devia estar na génese do seu partido, vem agora “solidarizar-se” com um opositor a quem em 2011, também traíu (é só recorrer à “história” do PEC IV, então já aceite pela Merkel…) !

      Já destruiu muito, já mentiu muito a todo um País, um paranóico, um patológico mentiroso, a quem pensa ele que vai continuar a enganar ?

  6. Rui Silva says:

    Não vejo aqui um apoio a José Socrates nem a ninguém em particular. Vejo o apoio a algo de muito maior que é a liberdade de expressão, conceito fundamental numa Sociedade Aberta, mas incompreensível para a extrema esquerda que se considera do lado certo da história, e únicos defensores do bem.
    O João Mendes faz-me lembrar aquela estória do idiota a quem apontam a Lua e ele olha a ponta do dedo.

    cps

    Rui Silva

    • Rui Silva

      “Vejo o apoio a algo de muito maior que é a liberdade de expressão, conceito fundamental numa Sociedade Aberta ” !!!!

      A sério ? Você, de um biltre repelente e mentiroso, com inequívocas “provas” dadas, dele e da camarilha que o rodeou, “consegue vêr o apoio à liberdade de expressão, conceito fundamental numa Sociedade Aberta” ?

      É “curioso” como o Rui Silva, com essa “boa visão” que felizmente tem, não consegue vêr um ignóbil aldrabão do tamanho de um arranha-céus !

      • Acácio Bernardo says:

        Gostava de experimentasse um exercício. Imagine que lhe respondiam com palavras como traição , mentiroso , aldrabão. Acha que isso ia contribuir para o diálogo ? Não haja dúvida que o Sócrates nunca mentiu tanto como o Passos … (Sarcasmo)

        • José Peralta says:

          Acácio Bernardo

          As palavras que cita, não se referem a si, como penso que muito bem compreendeu ! Como vê, parece que o que estamos aqui a fazer, é a dialogar ! Mas contribuir para o “diálogo” com cavacos, portas, coelhos, e outras “espécies” é coisa que não está nos meus horizontes ! Porque se estvesse, o mínimo, repito, o mínimo que faria, era dizer-lhes na cara aquilo que penso deles e algumas “interjeições meigas e elogiosas” que deixo à sua imaginação. E, depois, voltar-lhes ostensivamente as costas mas olhando por cima do ombro, não fosse darem-me uma traiçoeira facada !

    • Já o Rui Silva faz-me lembrar um merdas de um PIDE, sem cara e sem escrúpulos, a infiltrar-se como um cobarde sem cara.

      cps
      João Mendes

      • Rui Silva says:

        Caro João Mendes,
        você é um exemplo acabado da esquerda que está do lado certo.
        E leva muito a sério a sua luta.
        Agora imagine-se com o Poder nas sua mãos.Para acabar com os maus á superficie da Terra, pessoas como eu, e com acusações infundadas como as que me faz, seriamos de imediato condenados a um qualquer Gulag e deportados durante décadas para reeducação.
        Será isso ? Não sei. Mas é o que depreendo da violências dos seus comentários

        cumps

        Rui Silva

        • O que eu depreendo dos seus é que você é um daqueles incendiários sem cara, parido numa sede partidária qualquer. Sua besta, você fala de acusações infundadas e ainda há pouco tempo me “acusou” de ser um funcionário público por defender políticas de esquerda. É muito fácil ser um cobarde como Rui. Um cobarde sem cara, provavelmente um geek lambedor de botas de uma jota por trás do ecrâ. Gulags? Isso do extremínio é mais com malta como o Rui, apologista do totalitarismo, sejja de esquerda ou de direita, até porque a merda é a mesma.

Deixar um comentário

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

WordPress.com Logo

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Log Out / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Log Out / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Log Out / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Log Out / Alterar )

Connecting to %s