Adiamento criminoso: redução do número de alunos por turma


800Há pouco tempo, Duarte Marques, deputado do PSD, terá feito referência à possibilidade de haver menos mil turmas nas escolas, no próximo ano lectivo. Alexandra Leitão, a Secretária de Estado da Educação, respondeu que o governo não prevê redução de número de turmas. De qualquer modo, os números não poderão ser verdadeiramente conhecidos antes do final deste mês e, mesmo assim, com algumas dúvidas.

A ideia de que iria haver menos turmas, de qualquer modo, ficou a pairar, mas não passa de um fait-divers cujo impacto não deveria ter sido ampliado.

Filinto Lima, presidente da Associação Nacional de Directores de Agrupamentos e Escolas Pública (ANDAEP), a propósito deste tema, afirmou que, para manter os empregos dos professores, bastaria que de diminuísse o número de alunos por turma.

O desemprego é um drama e uma sociedade dirigida por gente civilizada deve preocupar-se com isso, equilibrando, o mais possível, os problemas humanos e as finanças públicas.

No entanto, a redução do número de alunos por turma não pode ser utilizada como estratagema para manter empregos. Na realidade, tendo em conta que é uma medida fundamental, deveria estar no centro das preocupações de qualquer entidade que se preocupe com o interesse dos alunos. Por maioria de razão, a ANDAEP – e os directores em geral – têm o dever de fazer desta medida uma reivindicação permanente, sem querer desresponsabilizar professores e encarregados de educação.

O Ministério da Educação, até agora, limitou-se a tomar algumas medidas vistosas: acabou com alguns exames e enfrentou o lobby dos colégios. É pouco, porque há muito para emendar desde o tempo de Maria de Lurdes Rodrigues, cujo trabalho viria a ser reforçado por Nuno Crato. É verdade que não é fácil retirar entulho acumulado por dois coveiros competentes, mas não estou a ver Tiago Brandão Rodrigues com muita vontade de pegar na pá.

Comments

  1. Ana A. says:

    Tem que ser a Esquerda a “picar” o PS, para que se saia do mesmismo, que já conhecemos, dos tempos da alternância!

Deixar um comentário

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s