Autárquicas 2017: assim vai o PSD

ppc

Um certo dia, andava eu em passeio virtual pelos rigorosos meandros da imprensa nacional, tento aceder ao site do Diário Económico, que ainda não se sabia bem se estava falecido, e, se estava, qual a causa da morte, e dou por mim no (novo) Jornal Económico. Fiquei sem perceber o que aconteceu, mas o certo é que fui lá parar hoje outra vez.

Diz o jornal – malta de Lisboa, bem informada – que José Eduardo Moniz foi sondado e poderá ser o candidato do PSD à câmara de Lisboa. Um candidato independente, claro está, que entre as dezenas de milhares de militantes que o partido tem não parece haver um que sirva. Ainda esteve para ser a D. Cristas, mas parece que não vai dar.

Seria uma escolha interessante, por parte do PSD. Um homem que conhece e se movimenta muito bem no mundo jornalístico, tendo exercido as mais altas funções na Media Capital e na Ongoing, aquela empresa, entretanto falida, que teve um administrador, que até era do PSD, e que pouco tempo antes se celebrizou com a famosa pergunta “O que é a Ongoing?”, e ainda por cima vice-presidente do Benfica, o que por si só já lhe garante uns quantos votos.

Um independente em Lisboa, outro no Porto. Tantos militantes, tantos notáveis e barões, tantos licenciados de Castelo de Vide, e não se encontra um capaz de se apresentar como candidato credível para as duas maiores autarquias do país. Assim vai o PSD, em risco de banhada total no Porto e em Lisboa. Até quando sobreviverá Pedro Passos Coelho?

Imagem via Devaneios a Oriente

Comments

  1. Rui Naldinho says:

    A propósito de uma notícia do Público da pretérita quinta feira, que dava o ex dirigente laranja e ex Presidente da Ordem dos Advogados, José Miguel Júdice, como possível candidato do partido à CMLisboa, este veio afirmar que não é candidato a nada, nem lhe passa pela cabeça regressar à política.
    O PSD sabendo que não consegue sair do buraco em que se meteu, vem pela via não oficial, como se todos nós não soubéssemos que na política existem sempre mais do que uma via, a institucional e, por ex, a futebolística, tentando contratar “um ponta de lança para marcar golos de qualquer maneira.”
    E é cá cada ponta de lança? O Ronaldo que se cuide!
    De Isaltino Morais a José Miguel Júdice, passando por José Eduardo Moniz, entre outros, só falta mesmo ir buscar o Dr. Dias Loureiro para fazer o pleno.
    Ou será que estão a ponderar na escolha da Manuela Moura Guedes?

  2. Anti-pafioso says:

    Pobre Coelho Quanto mais apareces nas TV mais canais se desligam.

  3. JgMenos says:

    A esquerdalhada tem em PPC o tónico unificador da sua indigência mental.
    Junte-se o Costa à dose e temos o mais completo sucesso!

Deixar uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.