Excepção à regra…

Haja quem fale verdade sobre o tempo em que o 44 foi primeiro-ministro…

Comments

  1. José Peralta says:
  2. Atento/Sempre says:

    Passei só para assinar por baixo os documentos enviados pelo José Peralta says…
    Saudações democratas e patriotas

  3. Paulo Marques says:

    Que é que isso interessa? Quem mandou foi a Alemanha para salvar os seus bancos, e nem assim lá foi.

  4. Nina says:

    “o 44”, linguagem claramente fascizóide e perigosa. A luz do dia já não assusta os vampiros,
    Não sei se este tipo de colaboração no Aventar é apenas para demonstrar que a pluralidade de opiniões é um exercício de liberdade, ou se prende com a necessidade de se auto-vergastar por “pecados” cometidos.
    Isto começa a ser um local perigoso e mal frequentado.
    Lamento.

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.