E se não tivermos sempre Paris?

Marine Le Pen e o seu financiador, Vladimir Putin

A possibilidade real de Marine Le Pen ser a próxima presidente francesa é uma ameaça séria ao projecto europeu mas, sobretudo, uma enorme ameaça à segurança do mundo Ocidental. Ter esta mulher como líder da única potência nuclear da UE, cuja ascensão foi em larga medida patrocinada e financiada pelo Kremlin, mais ainda num momento como o que vivemos, devia fazer soar todos os alarmes. Ter uma emissária de Putin com poder em Bruxelas, na NATO e no próprio Conselho de Segurança da ONU, alterando a balança do poder em favor do eixo Moscovo-Pequim, pode ser o fim da história como a conhecemos. Não estarmos todos alarmados com esta possibilidade alarma-me ainda mais. Não sei se a Eurasia de Medvedev chegará algum dia de Vladivostok a Lisboa, mas está a aproximar-se perigosamente de Paris.

Comments

  1. José Ferreira says:

    Parece que o decrepito Kremlin anda a financiar o nacionalismo por toda a europa, a dita extrema parece ser o mal de tudo o marasmo económico que grassa pela UE… perguntem onde é que a UE andou a dormir…

  2. Paulo Marques says:

    Não pode ser, a NATO e a UE garantem a paz e têm que se armar para trancar o todo poderoso atolado.

  3. luis barreiro says:

    Os chulos e mamões mentem a querer desviar para a extrema dita direita quem é financiado pelos comunas russos, mas a verdade e a realidade mostra que é a extrema esquerda quem defende os comunas.

    • Paulo Marques says:

      Os comunas pagos pelos Russos estão consigo na sala?

    • POIS! says:

      Pois espere…

      Olha, o barreiro tem um testículo no tornozelo…e outro atrás da orelha esquerda?

      Tchhhh! Uma nádega no lombo! Uma perna á volta do pescoço! Um braço todo enfiado no…

      E a mijar pela cova do braço!!!

      Ó barreiro, Vosselência está cada vez mais torcido!

      Não admira que o intestino tenha subido ao cérebro! O Putin “comuna”???


  4. Na Zona Sul está tudo destruído e o PS leva as pessoas ao engano e triunfa. Almada, Seixal e Barreiro acolheram unidades fabris emblemáticas em zonas faladas de quando em vez com anúncios de grandiosos projetos urbanísticos. Ainda não saíram das intenções. A degradação é evidente, sobretudo em Almada, para tristeza dos moradores e dos antigos operários e Costa repete à esquerda que “não embarca na ilusão” de aumentar salários para combater inflação e por isso o melhor é combaterem a fome com a imaginação.

  5. JgMenos says:

    Tudo serve à cambada para combater quem não lhe reza as ladaínhas e canta os salmos da cretinice esquerdalha.
    Logo criam cercas sanitárias que levam esses seus inimigos a buscarem visibilidade por modos que provavelmente recusariam em normais circunstâncias democrática.

    «alterando a balança do poder em favor do eixo Moscovo-Pequim» – já agora que o imperialismo ocidental é coisa tão horrorosa com o Iraque, Afeganistão, Líbia, faixa de Gaza, e mais não sei quê, …
    E a UE não é aquela coisa não democrática e mais não sei quê…
    Treteiros!

  6. jose valeriano says:

    Estão todos preocupados com a Marie Le Pen porque dizem ser financiada por Putin mas não se preocupam com o pequeno Ditador Europeu que está no poder em defesa da Familia ROTHSCHILD de quem é socio.
    Vejam quem são os Rothschild, Rockefeler, Mars Kock J.P.Morgan ou os Walton entre outros que tentam á muito controlar o Mundo.
    Mas para Macron não há problemas ele é Europeísta e defender dos seus interesses em detrimento dos interesses da familia de que é Socio.
    O povo vai pagar caro a GLOBALIZAÇÃO pois só serve para os empobrecer.
    Para que não digam que eu sou a favor de Putin engane-se aquele que assim pensa.
    Eu penso é com a minha cabeça e não com a cabeça dos comentadores da CS.

Trackbacks


  1. […] por duas semanas saberemos, se continuaremos a ter Paris. Putin estará […]

Leave a Reply

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.