Entre marido e mulher não metas a colher.

Excepto se fores António Costa.

Eduardo Cabrita repartilha no Facebook um post que critica a saída da mulher do Governo

Ao mesmo tempo que minam o sistema com os seus golpes de amiguismo, choram a ascensão dos populistas que declaram irem acabar com os golpes de amiguismo que minam o sistema.

Em solidariedade contra a precariedade

É óbvio que os contratos colectivos de trabalho – como tudo o que forem direitos laborais, conquistados ao longo de décadas em lutas tantas vezes sanguinolentas – são um espinho intolerável na carne balofa dos investidores, especialmente, dos mais poderosos, via de regra transnacionais.

A relação de forças entre o capital e o trabalho vem resvalando, pela “mão invisível” e corroborada por governos que apetrecham o capital com poderosas ferramentas – como direitos exclusivos e tribunais privados que podem processar os estados (ISDS) -, cada vez mais, para o lado do capital.

Os estivadores do Porto de Setúbal estão em greve, ou paralisação, conforme se quiser, há quase 3 semanas. De cerca de 100 estivadores, apenas 11 têm contrato como efectivos. Os outros cerca de 90 são precários, “trabalhadores eventuais” – seja lá qual for o tempo de serviço que já têm, 5, 10, 15 anos – a saltar para o porto ao turno, sem vínculo nem protecções. A “oferta” entretanto feita pela operadora, a Operestiva, de um contrato de trabalho individual sem termo para 30 dos trabalhadores em causa, não foi aceite pelos estivadores, que exigem um contrato colectivo. Que atrevimento! [Read more…]

Obsessões académicas

dr

Ana Paula Vitorino, ministra do Mar do executivo Costa, nomeou o jornalista Fausto Coutinho para seu adjunto. Na nota curricular publicada no Diário da República, para além da vasta experiência jornalística, ficamos a saber que o nomeado se matriculou na universidade, que não chegou a frequentar. Não sendo, nem de longe, nem de perto, comparável com os embustes recentes, questiono-me sobre a relevância de referir que Fausto Coutinho se matriculou numa universidade onde não voltou a pôr os pés. Se isto é currículo, vou ali matricular-me em meia-dúzia de doutoramentos e não aceito menos que uma secretaria de Estado.

Estes 2 ministros prescindem da subvenção ou deixam o governo.

joaosoares-1

João Soares e Ana Paula Vitorino integram a lista dos trinta deputados que solicitaram ao Tribunal Constitucional  o pedido de fiscalização da norma relativa às subvenções vitalícias

Estes dois ex-deputados são, neste momento, ministros do  governo liderado por António Costa.

img_890x500$2014_02_05_20_02_22_214093-1

Entendo que estes dois ministros, em nome da moralização da vida pública e politica, terão que prescindir da subvenção vitalícia, com efeitos imediatos e definitivos ou então apenas restará ao primeiro-ministro, António Costa, demiti-los imediatamente.

Quem se mete com o P Sócrates…

“Quem se mete com o PS, leva”, sentenciou há anos o truculento socialista, agora gestor da Mota-Engil, Jorge Coelho. A ameaça visava, então, gente exterior ao partido. Hoje, é mais abrangente. Levam também os que ousam desafiar o PS de Sócrates, com honestidade e verdade. Caso de Ana Paula Vitorino, uma socialista com mais de 20 anos de militância.

Ana Paula Vitorino denunciou ao Ministério Público que “Mário Lino, então ministro das Obras Públicas, lhe tinha dito que Godinho era “amigo do PS”, tentando sensibilizá-la para os problemas do empresário”.

Dos interesses do sucateiro e de quem mais esteja envolvido no caso ‘Face Oculta’, embora com a tradicional lentidão da justiça portuguesa para este tipo de processos (com o BPN e gente afecta ao PSD é o mesmo), acabará por ser divulgada parte da verdade, esperamos. Custa, no entanto, saber que uma ex-governante honesta e corajosa, capaz de enfrentar interesses espúrios, tenha sido afastada dos órgãos de topo do partido: secretariado e comissão política . Tão só porque se atreveu a agir com seriedade.

Contínuo, pois, a perguntar: “Que PS é este?”. E, desta vez, respondo: é o PS do eucalipto  José Sócrates. Prefere sacrificar uma militante de irrepreensível postura e desde sempre socialista, favorecendo a posição de Mário Lino, ex-militante do PCP, cujo currículo nunca engana. Ou dito à francesa: “Jamais!”. [Read more…]

A capa do «Sol» – O Sócrates devia dar uma sticada na gaja


«Dar uma sticada na gaja»?
Não me parece bem. O primeiro-ministro é um senhor comprometido, a Secretária de Estado também…