11.09.2001 – o dia que marcou o mundo para sempre.

11.09.2001

Esta foto mostra uma criança a caminhar, hoje, num parque em Winnetka, nos Estados Unidos da América, entre algumas das três mil bandeiras colocadas em memória das vidas perdidas nos ataques de 11 de Setembro de 2001.

Foi precisamente há 14 anos. O primeiro avião embatia, às 8h46, hora de Nova Iorque, contra a Torre Norte do World Trade Center. Este foi o primeiro dos quatro atentados levados a cabo nesse dia. Os outros foram contra a Torre Sul do WTC de Nova Iorque, às 9h03, um outro contra o Pentágono, às 9h37 e por fim um, às 10h03, em Shanksville, na Pensilvânia.

Em 77 minutos morreram 2996 pessoas, tendo ficado feridas 6291 pessoas, oriundas das mais diversas nacionalidades e credos. Este foi um ataque coordenado pela organização terrorista Al-Qaeda, liderada por Osama bin Laden.

A partir deste dia nada mais foi igual no mundo. Foram muitas as mudanças. O terrorismo passou a ser um dos alvos mais importantes dos EUA e da grande maioria dos países desenvolvidos do mundo ocidental. As nossas vidas também mudaram. Passamos todos a ser muito mais vigiados e controlados por muito que até às vezes não pareça. Passamos a viver debaixo de um enorme ” Big Brother “,  já narrado por George Orwell no seu livro, publicado em 1949, intitulado Nineteen Eighty-Four.

Os Estados Unidos responderam aos ataques do 11 de Setembro com o lançamento de uma guerra ao terrorismo, invadiram o Afeganistão para derrubar os Taliban, que abrigavam os terroristas da al-Qaeda. O mundo reforçou a sua legislação anti-terrorismo e ampliaram os poderes para uma aplicação mais rápida e efectiva da lei.

[Read more…]

Viveiro de Terroristas: eis o Ocidente

osama_bin_laden_independentNa edição de 6 de Dezembro de 1993 – há 22 anos, – o Independent fazia um retrato amistoso de Osama Bin Laden, um soldadinho de chumbo a fazer a conveniente guerra aos soviéticos.
Quem alimentou esta gente e agora se queixa dos radicais, dos extremistas terroristas?

Osama Bin Laden e as virgens

osama bin laden e as virgens, Osama Bin Laden, virgens, corpo à água, sepultar do corpo

Corpo de Bin Laden foi lançado ao mar

Obama, mostra-nos Osama!

Preferível, seria a captura do meliante. Abateram-no, dizem eles.  Paciência.

Após dez anos às voltas em tudo o que era montanha, rio, planície ou casinhotos, parece que um restrito grupo de forças especiais liquidaram Bin Laden. Grande gritaria nos media e um Obama – em queda de popularidade – surge de imediato e justamente  aproveita e vangloria-se do acto.

Precisamos de ver para crer. Apareceu uma foto provavelmente “fotoshopada” e além da apressada declaração do atirar da carcaça ao mar, nem uma imagem que comprove o anunciado. Este tipo de circunspecção e avareza na informação, fará as delícias dos malucos das teorias da conspiração. Se uns disserem que Osama já morreu há muitos anos, outros garantirão que tudo isto não passará de uma encenação com claros fitos eleitoralistas.

Após o 11 de Setembro, o derrube dos taliban e o ataque ao Iraque, queremos ver o corpo do delito. Sim, queremos ver um video fidedigno, claro e que sem hipótese de hesitações, ateste a veracidade da notícia.

É o mínimo.

Vida e morte em fotomontagem

Osama Bin Laden fotomontagem Photoshop Osama Bin Laden fotomontagem Photoshop «Vários canais de televisão do Paquistão retiraram do ar imagens do suposto corpo de Osama Bin Laden, após a divulgação  de que a foto era falsa. “Era uma imagem falsa, ela já havia circulado na internet em 2009 (?)”, afirmou Rana Jawad, diretor do canal Geo TV de Islamabad.» (fontes: O Dia e Mirror)

O Público acrescenta que «segundo o responsável de fotografia da AFP, a montagem usa a parte de baixo da fotografia antiga de Bin Laden, de 1998. O Guardian mostra a segunda foto usada na montagem, que circulava já há dois anos na Internet, sendo usada por pessoas que acreditam em teorias da conspiração para alegar que o líder da Al-Qaeda estava já morto.»

Osama Bin Laden fotomontagem Photoshop

image O El Mundo mostra uma possível foto montagem usando essas duas fotos. Se até aqui já havia conspirações q.b. quanto a Bin Laden e os atentados às Torres Gémeas, depois desta manipulação, logo repetida pela CNN e demais estações americanas, mais questões terão os festivos americanos a explicar..

Bin Laden morto: Obama mostra “cojones”

Eis o grande trunfo eleitoral de Obama. Entretanto, no seu retiro texano, entre uma costeleta e uma cerveja, Bush deve estar com uma depressão e Sarah Palin, ainda barricada à espera de um ataque de dinossauros, sente a sua virilidade posta em causa.

Bin Laden, um dos muitos monstros criados pelos EUA, mordeu o criador, matando, pelo caminho, uma quantidade enorme de inocentes. Deixa tantas saudades como Pinochet (o do outro 11 de Setembro) ou como Bush ou como Saddam. Se os americanos fossem menos cowboys, poderiam aproveitar o momento para festejar menos e pensar mais.

O americano tranquilo e os novos Vietnames

FONTE
Durante a campanha eleitoral, Obama prometeu, com entusiasmo febril de candidato, que aprofundaria a guerra no Afeganistão, como uma espécie de “compensação” pela retirada do Iraque. Hoje, está atolado no Iraque e no Afeganistão. Pior: está prestes a atolar-se numa terceira guerra.
O Americano Tranquilo é o herói do romance de Graham Greene sobre a primeira guerra do Vietname, na qual os franceses foram derrotados. Era um norte-americano jovem e ingénuo, filho de um professor, que foi bem educado em Harvard, um idealista com todas as melhores intenções. Quando chega como soldado ao Vietname, queria ajudar os nativos a superar os dois principais males que via lá: o colonialismo francês e o comunismo. Sem saber coisa alguma sobre o país no qual estava, provocou um desastre. O romance termina num massacre, resultado dos esforços desorientados do “americano tranquilo”. Comprovou-se a velha máxima: “A estrada para o inferno é pavimentada de boas intenções”. [Read more…]