Posts históricos da blogosfera: o polvo

Se há coisas de que gosto é de polvo. Cosido, assado, estufado, em pastéis, feito com arroz, seco, enfim, só não gosto é de cru. Também nunca provei.
O meu amigo “Mar Fossas”, um dos profissionais destacados na arte da pesca ao octópode, tem sempre a gentileza de me ofertar um exemplar ou mais, dependendo sempre do peso do animal bem como da fartura da captura, quando me encontra no Porto de Abrigo da minha Sesimbra.
Pois este meu amigo, com o qual compartilhei aventuras que não consigo narrar aqui, pescador que, como ele comprova, assobia aos polvos e eles vêm ter com ele, merece que eu lhe dedique este post.
Portanto, em discurso directo:
– João, apanha este se fores capaz…

Image  Hosted by ImageShack.us

pexito 23 janeiro 2005

Comments

  1. Luis Moreira says:

    É, pá, onde se compra?

  2. carolina santana says:

    também gosto muito de polvo. principamente do po(l)vinho. co(s)sido nunca experimentei. acrescentá-lo a uma manga ou remendar no sítio dos joelhos também não mas mas parece resultar, pelo menos enquanto fresquinho.

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.