O dactilógrafo

Na Procuradoria ainda há dactilógrafos. Já tinha reparado no infoanalfabetismo de Pinto Monteiro, um homem que odeia blogues mas pelos vistos não usa o mais básico de um computador.

Vendo os atrasos em tantos processos judiciais fica a dúvida se alguns procuradores não recorrerão a métodos ainda mais arcaicos para a publicação de despachos.

Comments

  1. maria monteiro says:

    estão umas “secretárias” dessas no Convento de Cristo em Tomar… será que andam por lá alguns procuradores?

Deixar uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.