PSP concentrada no funeral, porrada às portas do estádio

É uma especulação como qualquer outra, mas aparentemente a PSP de Lisboa, em pânico com o funeral de MC Snake, assassinado por um dos seus agentes, destapou os pés, neste caso as claques do Atlético de Madrid. Neste momento os relatos falam de uma verdadeira batalha campal às portas de Alvalade.

Em matéria de segurança primeiro trata-se dos pretos, resultado: lixaram-se com os brancos.

Comments

  1. Manuel Bastos says:

    Os senhores acham mesmo que a PSP “assassinou” o Sr. “Snake”? Ele andou a fugir à Polícia 8 km, e a Polícia cumpriu o protocolo e disparou três tiros para deter o carro. Chamam a isso assassinar?

  2. ASantos says:

    O país tem vivido sob a ameaça de gangs e marginais que escolheram Portugal para sobreviver à miséria e às guerras dos países de origem. A autoridade é exercida sobre o cidadão pacifico e perante a barbárie a policia é muitas vezes cobarde.É tempo de se respeitarem as leis do país e deixarem de haver guetos dentro dum território que sempre foi uno e indivisivel.


  3. Manuel Bastos: achamos, eu e os dicionários de língua portuguesa.
    ASantos: para mim você é um marginal. Vive à margem da sua condição de humano, habitante deste planeta, e tem os preconceitos salazarentos de uma alimária.
    E que sejam felizes, de preferência sem destruírem a vida dos outros.

  4. Jorge Antunes says:

    Que o João José Cardoso explique então como deve proceder a Polícia com marginais que vivem do roubo e outros crimes, e que não param quando a Polícia manda! Talvez acabar com a Polícia, não?.. «Pá»…

    ASantos: pelos vistos, também sou uma alimária, não é o amigo sozinho. É que eu também cumpro a Lei e obedeço às autoridades…

  5. Politicamente incorrecto says:

    O marginal cadastrado andou 8 km a fugir à Polícia e os complexados caucasianos falam em “assassínio”! Partem do princípio de que o polícia apontou à cabeça, como se ele não soubesse que alvejar preto ou cigano dá direito a lixar a vida. Pelo lado do Poder e pelo lado das quadrilhas!

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.