Dos grunhos…

40 grunhos não representam o universo das claques, muito menos os milhões de adeptos que apaixonadamente vivem o futebol. 1 grunho também não servirá como amostra representativa num universo de 13 mil profissionais. Mas a sociedade não deve permitir que animais selvagens andem por aí à solta atacando pessoas, há que colocar as bestas numa jaula… Agressões e actos de violência não devem ter atenuantes ou justificações.

O Benfica e a mentalidade de gangue da favela

A propósito do escândalo dos emails, e em reacção às mais recentes declarações de Francisco J. Marques, o Benfica reagiu, lamentando a “mentalidade de gangue de favela”. Falamos do mesmo Benfica cujas claques são ilegais, claques ilegais essas que, recentemente, após um Benfica-Sporting, mostraram ter gente capaz de montar emboscadas e assassinar um adepto da equipa adversária. Como os gangues das favelas. [Read more…]

Cara-de-pau

Claques? Nós? Não! Apenas sócios que se organizam…

Noite escaldante no Porto

Entendeu a Liga Portuguesa de Futebol não realizar os jogos da última jornada do Porto e do Benfica no mesmo dia e à mesma hora, talvez porque a vitória no campeonato esteja decidida, permitindo assim um maior encaixe financeiro com a transmissão directa dos 2 jogos.
pantera-boavista
Acontece que, nestas coisas da bola, há cada vez menos bola, em detrimento de mais programas de fanáticos do seu clube, mais gente que não quer saber de bola sequer e, no caso, uma claque de doidos, como todas as outras, que, em vez de estar num estádio a ver o jogo do seu clube, poderá estar à solta noutro local da cidade do seu clube, quiçá ali mais para as bandas do Estádio do Bessa, à hora do Boavista vs. Benfica!
Está o “balh’ armado”, pelos vistos, com incúria e sem precaução nenhuma.

Rivalidades e hipocrisia

O Aventar não é terreno fértil para disputas futefoleiras, não porque elas não existam, mas porque, normalmente ficam para nós, na Bancada.

Mas, em função da agressividade latente nas redes sociais a propósito do desejo de um Diretor do SPORT LISBOA E BENFICA parece-me que vale a pena trazer a discussão para este estádio, quanto mais não seja para mandar umas bolas para o pinhal.

Vamos lá então à hipótese: é possível ser adepto de um GRANDE sem desejar que o outro perca?porto2

A resposta politicamente correcta será “lá fora, contra os estrangeiros” e tal… Mas, factos são factos – uma adepto do SPORT LISBOA E BENFICA quer que o Porto perca sempre e o inverso não deixa, nunca, de ser verdade. Poderia até apresentar um argumento básico – sem o dinheiro da champions, o Porto ficaria “mais fraco” o que deixaria em vantagem a concorrência, mas não creio que isto seja coisa para grandes racionalidades.

[Read more…]

Os braços armados dos clubes

Já não há paciência. O que escrevi no último post era uma espécie de alerta para o que aí vinha e, por acaso, os factos vieram a mostrar a razão da minha argumentação.

Um árbitro errou – o que apitou o jogo do meu clube. Facilmente se percebe pelos comentários ao post que mais ninguém errou e que a queda do Maxi no Dragão, por ter sido fora da pequena área até deveria dar direito a duas grandes penalidades porque, segundo alguns, houve uma falta antes que não foi marcada.

Até aqui, temos uma discordância visual. Nada de estranho – nos últimos quarenta anos criaram hábitos que não se mudam com dois títulos perdidos. Pode ser que o terceiro e outros que se seguirão, ajudem a ter alguma lucidez.

Mas, depois da mediática e bem orientada participação dos paineleiros das TB’s, eis que o Braço Armado entra em campo. E, como alguém dizia hoje na rádio, estão ultrapassados todos os limites.

Esperei algum tempo para ver como reagia a blogosfera azul. Silêncio! Nada. Nem um só comentário.

Confesso que estava à espera de um comentário da Direcção do Clube, mas  acabamos por ter um simples “não sei do que está a falar”, de um Dirigente. Poderia ter sido a mulher a comentar…

Como poderiam ter comentado quando foi a vez do treinador holandês, ou do Adriano ou até do Paulo Assunção…

O mais espantoso é que vejo muita gente a aplaudir este tipo de comportamentos. [Read more…]

De Visigordo para Magrebino

O facebook é mesmo assim. Um visigordo anda distraído a ler o que lhe aparece no mural e dá de caras com coisas destas de um magrebino.

 

Que não se pense que o autor da prosa se enganou quando escreveu “hospitaleira gente do Porto”. Não, muitos deles pensam mesmo isto. Mesmo. Consideram a malta do Porto (e do Norte, não se iludam) um bando de arruaças, de pacóvios, saloios e provincianos. Acham, acham.
Obviamente, esquecem o autocarro de adeptos incendiado, o assassinato de um adepto numa triste final da Taça de Portugal, as agressões no seu pavilhão. Esquecem. Eles são uns meninos de coro e para eles somos todos donos do “Calor da Noite”. Pois é.

 

Porém, as senhoras do “Calor da Noite” são bem mais sérias que autores deste tipo de prosa.

Grunhologia

GrunhosGrunha, a estupidez bronca de parte a parte, embora empate, já ganhou a porra do campeonato.

Bettencourt pinta cabelo de preto!

É tal a incomodidade e medo das claques que Bettencourt em vez da cara vai pintar o cabelo de preto!

É que se for a cara não o reconhecem no banco onde é director e que por acaso é o maior credor do clube!

Violência antes do futebol, um testemunho

Tenho por mim que a existência de claques organizadas de clubes de futebol muito simplesmente devia ser proibida. Agora e uma vez que o não são, em caso de conflito convém ouvir as duas partes. Este é um depoimento recolhido de uma caixa de comentários de um blogue portista, e referente a domingo passado:

Isto tudo das claques, tem uma explicação muito simples.

Legalização.

As nossas claques são legalizadas, o que faz delas, organizações com estatutos onde todos os membros são identifcados quando se inscrevem.
E traz outro se não, que é a POLICIA, todos os nossos bus, vieram acompanhados por bófias desde o Porto, ou mesmo outros que partiram doutro lados do país, a bófia sabe onde eles partem e há uma organização por trás, que comanda os bus de maneira a que determinada altura junta os bus em escolta para o estádio.
Por isto a nossa querida sic, sabia por onde enviar os carros exteriores e assim fez chegar algumas filmagens, como na portagem onde era o reencontro dos bus todos pra ir em marcha organizada para o estadio.

As claques do Benfica não são legalizadas, como tal, não dão cavaco a ninguém , ninguém sabe de onde partem, e se vêem de bus ou de carros, e quantas são, são escoltadas ou a partir das portagens ou mesmo só à chegada ao estádio, por aqui se pode ver porque nao chegam filmagens dos vermelhos…

A explicação é simples e não é muito difícil de compreender ate o MAJOR dos bofias do algarve disse isso hoje em directo na sic no jornal da tarde, mas o jornalista cagou para ele e ainda o tentou ridicularizar…

1. área de serviço de alcácer do sal… mini concentração de no name gays, à espera dos 1ºs autocarros, eis que chegados os primeiros, apedrejamento aos mesmos, ene vidros partidos nos 2 autocarros, mas azar dos azares, não eram autocarros das casas do fcporto… eram das claques… azar do caralho… nem tempo tiveram para fugir para a carrinha de 9 lugares mais os 2 carros que estavam ali ao lado deles… galgaram estrada e mato fora, tendo um deles sido capturado… ficou estendido em muito mau estado, para além de lhes terem deixado os 3 veículos em ‘bonito’ estado… e quê? azar do caralho!!! pena não lhe terem pendurado o escalpe em cima d’uma estaca! só se perderam as que cairam no chão!!! [Read more…]

PSP concentrada no funeral, porrada às portas do estádio

É uma especulação como qualquer outra, mas aparentemente a PSP de Lisboa, em pânico com o funeral de MC Snake, assassinado por um dos seus agentes, destapou os pés, neste caso as claques do Atlético de Madrid. Neste momento os relatos falam de uma verdadeira batalha campal às portas de Alvalade.

Em matéria de segurança primeiro trata-se dos pretos, resultado: lixaram-se com os brancos.