As árvores, o verde e Tom Jobim

(Penedo, Estado do Rio de Janeiro, Brasil)

Pra sempre verde

Tempos de flores,de primavera
Tempos de amores, de abrir a janela
Tempos de luz,de sabiá
Deixa o mato verde se espalhar
Nosso planeta precisa carinho
De muito ar puro e riacho clarinho
Vamos tentar nossa Terra viver
Deixa o mato verde florescer…

Mas tudo que ficou foi um deserto…
(um deserto)
Venenos nas lagoas e no mar …
(e no mar)
A vida acabada para sempre…
(para sempre)
Um dia vamos ter que perguntar …
(onde está)

Cadê o azul do céu
E o verde do mar…
E o paraíso onde está,onde está
A maravilha de um lugar…

E a floresta a serra,o mar
Onça pintada e Jequetibá
Vamos tentar,nossa Terra salvar
Passarinho gosta de voar,e cantar pra sempre deixa o mato verde se  espalhar…

Cadê o azul do céu
E o verde do mar…
E o paraíso onde está,onde está
A maravilha de um lugar
(maravilha de…)
A maravilha … de um lugar.

(Tom Jobim)

Comments

  1. Luis Moreira says:

    Lindo!

  2. Talvez... says:

    A água é que ficava melhor azul…

  3. julio says:

    Muito bonito!
    Júlio; diretamente de Penedo (Rio de Janeiro)

  4. maria monteiro says:

    Bem-vindo a Portugal, Júlio

Deixar uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.