Evolução linguística pós 12 de março

.

.

.

.

Já não se diz: “vão trabalhar malandros! a minha política é o trabalho!

Agora berra-se: “vão mas é criar uma empresa, seus calaceiros, moinantes; querias subsídio de desemprego! Toma!”

Comments


  1. 🙂

  2. jorge fliscorno says:

    O que é que é que significa ir trabalhar? Pegar numa ferramenta (por exemplo, numa pá) e transformar o meio que nos rodeia (por exemplo, plantar uma árvore)?

    Este trabalho depende apenas do próprio. Mas não será este a que o texto se refere, sendo a mira o ir trabalhar numa empresa/comércio/etc.

    Mas caem as empresas do céu?

    A problemática, quanto a mim, na abordagem portuguesa à questão do trabalho é que os portugueses tomam pouca iniciativa. Não arriscam. E eu até vejo que é de loucos ter iniciativa neste país.


  3. Não tenho nada quanto à iniciativa, antes pelo contrário. Mas não vejo muito bem um país onde todos os desempregados e precários virassem micro-empresários. Desconfio que ia haver muita falência.

  4. Xokapic says:

    A solução é o “estado” “dar” emprego a todos, não é ? Vão trabalhar malandros!

Deixar uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.