Muito bom:

Rapinado no Sapo (Henrique Monteiro)